rLbUFcnSWM4

Visita à Casa Vicens – a primeira casa de Gaudí em Barcelona

Barcelona é famosa por ser a capital do modernismo catalão. Quem visita a cidade normalmente dá uma passadinha na Sagrada Família, Casa Batlló e La Pedrera, obras do arquiteto Antoní Gaudí. A novidade é que abriu pra visitação mais uma casa do gênio modernista: a Casa Vicens!

A Casa Vicens foi o primeiro projeto de Gaudí, assim que ele terminou a faculdade de arquitetura. Fica no bairro de Gràcia e abriu para visitação em novembro de 2017, por isso não está lotada de gente e é gostoso poder desfrutar com calma. Assim como acontece na Colonia Güell.

Adoramos conhecer e vamos te contar todos os detalhes nesse post e no vídeo acima!

casa-vicens-gaudi-barcelona

[wp-svg-icons icon=”flag” wrap=”span”] ATENÇÃO! O Seguro Viagem é obrigatório para entrar na Espanha.
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Como é a visita à Casa Vicens

A Casa Vicens fica na Carrer de les Carolines, 20-26, pertinho do metrô Fontana (L2 – verde). Logo que você chegar, já poderá apreciar a fachada da casa, que é muito bonita. Não deixe de notar o padrão de folhas de palmeiras no portão de ferro.

O ingresso custa 16€ e você pode comprar antecipado aqui: Ingresso Antecipado Sem Fila Casa Vicens – Barcelona.

É o mesmo preço da bilheteria e você economiza tempo comprando antecipadamente. Por enquanto a casa ainda não está muito cheia, mas sabemos que em Barcelona quando algo explode as filas ficam absurdas… Melhor evitar! No momento da compra você já reserva a data e horário da visita.

No dia, chegue com 10 minutos de antecedência para não perder a entrada! Bom, após entrar na Casa Vicens, ficamos um tempo apreciando a parte externa da casa.

casa-vicens-gaudi-barcelona-teto

Detalhe do teto da varanda

Você vai reparar que na fachada há muitos elementos que lembram a arquitetura oriental, especialmente as janelas que parecem de casas japonesas tradicionais. Na primeira fase do Gaudí ele misturava influências distintas e você poderá apreciar várias na Casa Vicens.

Na parte de dentro exploramos cada cômodo e pudemos ver o uso de diferentes técnicas em toda a decoração da casa. Como é típico do modernismo, você verá nas paredes, teto e até no chão, padrões da natureza como animais, flores e folhas.

casa-vicens-gaudi

Como a Casa Vicens foi a primeira obra do Gaudí, os elementos naturais estão presentes na esfera decorativa, não tanto na estrutura como o arquiteto passa a fazer nas suas obras posteriores (como a Sagrada Família ou Casa Batlló). A ideia dos modernistas era trazer de volta a natureza para criticar a industrialização massiva da época.

O uso da técnica de novos materiais e papel machê nos tetos e paredes é muito interessante! No fumador,  onde os homens se reuniam para fumar, toda a parede é feita de papel machê, a textura é impressionante! Parece gesso, mas não é!

casa-vicens-gaudi-barcelona-fumador

Fumador, um dos cômodos mais interessantes da Casa Vicens.

A Casa Vicens tem 3 andares. No primeiro você passa pelo hall de entrada, a enorme sala de jantar (ou comedor), a varanda e o fumador. No segundo andar você poderá explorar os quartos, banheiros e a sala feminina. No último andar está uma exposição fixa sobre a história da casa, com maquetes, detalhes de azulejos, materiais utilizados e fotografias.

casa-vicens-gaudi-barcelona-terraço

Adoro os terraços do Gaudí!

Subindo mais um lance de escadas você chegará no terraço. É minha parte favorita em todas as obras do Gaudí! Na Casa Vicens não é diferente. O terraço é menor e mais simples que o da Casa Batlló, La Pedrera ou Palau Guell, mas não menos interessante.

A guia nos explicou que o terraço foi o local onde Gaudí teve maior liberdade para criar na Casa Vicens. Isso porque, na época, os ricos nunca iam ao terraço pois tinham pavor de pegar sol (já que ser bronzeado significava ser trabalhador braçal). Como os donos nunca subiam, não ficavam em cima do arquiteto durante a obra e ele podia trabalhar como achasse melhor.

No terraço da Casa Vicens você verá as chaminés, padrões de flores nas estruturas de ferros e azulejos, além de uma vista legal do bairro de Gràcia. Um ótimo ponto para tirar fotos! Por toda a casa notamos também influências árabes (arte mudéjar) e medievais.

casa-vicens-gaudi-barcelona-sala

Nossa visita guiada durou 1 hora e depois ficamos livres para continuar tirando fotos e apreciando os detalhes da casa. No andar do subsolo estão os banheiros e também uma lojinha de souvenirs, cheia de coisas fofas. Na parte externa há uma cafeteria.

Se você já veio pra Barcelona e visitou os outros monumentos modernistas, recomendamos que vá à Casa Vicens porque é bem diferente do resto, menos cheia e linda! Se é sua primeira vez na cidade vá também, você vai gostar!

casa-vicens-gaudi-barcelona-sala

História da Casa Vicens

A Casa Vicens foi construída ente 1883 e 1885 por Antoní Gaudí para o economista Manuel Vicens. É um dos primeiros exemplos de modernismo europeu! Era uma casa de veraneio, a segunda casa da família que ficava na montanha para passar férias.

Infelizmente Manuel Vicens aproveitou pouco da casa pois morreu 7 anos depois da sua finalização. Daí em diante a Casa Vicens passou por mãos de diversas famílias até que em 2007 foi comprada pelo banco MoraBanc que decidiu reformar e abrir à visitação.

O processo de reforma foi lento, porque em 2005 a Casa Vicens foi declarada patrimônio histórico da Unesco e por isso todo o processo de restauro teve que ser muito cuidadoso e fiel à construção original.

casa-vicens-gaudi-barcelona-varanda

A nossa guia era ótima e nos ensinou muito sobre a casa. Explicou detalhes históricos e arquitetônicos da fachada, parte interna e das famílias que foram donas da Casa Vicens. Descobrimos que a parte original construída por Gaudí era bem menor.

Em 1925 a nova família dona da casa (família Jover) comprou o prédio de trás, que era um convento, e o arquiteto Joan Bautista Serra de Martínez aumentou a casa respeitando todos os detalhes, azulejos e estilo original de Gaudí. Nesse momento a casa foi praticamente duplicada.

Havia também um grande jardim que acabou se perdendo com o passar dos anos.

Preços e Horários – Casa Vicens

Casa Vicens – A primeira casa de Gaudí
Endereço: Carrer de les Carolines, 20-26
Metrô mais próximo: Fontana (Linha 2 – verde)
Preço ingresso fura-fila: 16,00€ – compre aqui: ingresso antecipado Casa Vicens
Horários de visitação: Segunda à sexta, das 10h00 às 19h00. Não abre nos dias 25/12, 01/01 e 06/01.
Site oficial: casavicens.org/

casa-vicens-gaudi-barcelona-fachada

Vá visitar a Casa Vicens você também!

Mapa com a localização da Casa Vicens

Qual moeda levar para Barcelona

Em Barcelona a moeda utilizada é o Euro (€). A melhor pedida para câmbio é, sem dúvida, usar o cartão multimoedas pré-pago da Wise. É um cartão Visa, que funciona no modo débito com senha ou aproximação.

Você carrega a moeda que quiser na sua conta Wise, pelo aplicativo, pagando por PIX da sua conta bancária brasileira, e tem a melhor cotação de câmbio de todas.  Além disso, o Wise funciona como um cartão de débito e te deixa sacar dinheiro em praticamente qualquer caixa eletrônico! Clique aqui para fazer o seu cartão Wise gratuitamente!

Nós escrevemos um post completíssimo sobre como funciona o Cartão Wiseclique aqui para ler todas as dicas da opção mais segura e econômica para trocar dinheiro em viagens internacionais.

Onde ficar em Barcelona

E para fechar esse post, deixamos dicas de hospedagem em Barcelona, para você planejar bem a sua viagem. Selecionamos 6 hotéis e hostels ótimos e bem localizados para diferentes estilos de viajantes e orçamentos. Confira! ;)


Leia nossos outros posts sobre as obras de Gaudí em Barcelona

– Visita à Sagrada Família: a obra prima de Gaudí

– Visita à Casa Batlló

– Visita à La Pedrera – Casa Milà

– Visita à Colonia Guell e Cripta Gaudí

– Categoria completa: Barcelona


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

casa-vicens-gaudi-barcelona