O que fazer em um dia em Ghent, Bélgica

Pode ser que você veja quatro diferentes grafias para o nome da cidade: Ghent, como estamos usando, que é em inglês, Gent (em holandês), Gand (em francês) ou Gante (em português). Confuso, né? Mas o que importa é que Ghent é linda e vale muito a pena visitar se você for para a Bélgica.

Nós fomos na semana entre o Natal e o Ano Novo e estava tudo muito cheio de gente. A empresa de trens estava fazendo uma super promoção, onde todos os trechos ida e volta custavam 10€. Os belgas se animaram e foram todos passear hahaha

A cidade fica na região de Flandes e por ser universitária é cheia de vida e animada. Normalmente as pessoas visitam a partir de Bruxelas ou de Bruges.

ghent-bruxelas-casas

Como chegar em Ghent, Bélgica

Ghent está a 1 hora de trem de Bruxelas e a apenas 30 minutos de Bruges, outro destino muito visitado na Bélgica.

Nós tínhamos chegado a conclusão que a melhor maneira de conhecer Ghent seria indo com uma excursão saindo de Bruxelas. Acabamos mudando de ideia de última hora por causa da super promoção de trem por 10€ ida e volta. Infelizmente ela só acontece no período de festas. Normalmente o valor é cerca de 11€ o trajeto.

A excursão guiada de dia inteiro custa 29€, mas na excursão tem o guia e o conforto do ônibus (essa excursão só tem guia em Inglês). Veja aqui todos os detalhes do passeio.

Se você prefere o passeio em Espanhol, tem outra opção de 59€, mas que já inclui o passeio de barco. Veja aqui detalhes desse passeio em Espanhol para Ghent.

Se você não tem muito tempo e quer visitar Ghent e Bruges no mesmo dia, pode aproveitar um tour de 10 horas. Veja o passeio para Ghent e Bruges saindo de Bruxelas.

Como ir da estação de trem para o centro de Ghent

Se você chegar em Ghent de trem, desembarcará na estação Saint Pieters, que é bem bonita diga-se de passagem. Ela foi construída para a exposição mundial de 1913. É melhor pegar um tram para o centro, pois não é  perto. O ponto do tram está a sua esquerda quando sair da estação. O Tram que vai para o centro turístico é o número 1.

O ticket unitário custa 3€ e é válido para os ônibus e para os trams durante 60 minutos.  O passe de um dia custa 7€. Tem uma máquina no ponto onde você pode comprar seu bilhete. Também é possível adquirir pelo aplicativo  “De Lijn”.

Se não for dormir em Ghent, lembre-se que o último trem para Bruxelas parte mais ou menos à meia-noite e o último trem para Bruges sai às 23h30.

Leia também: Roteiro de 15 dias por Bruxelas, Holanda e Luxemburgo
ghent-bruxelas-estacao

O que fazer em um dia em Ghent, Bélgica

Vamos agora detalhar o que fazer em Ghent em um dia, as principais atrações da cidade e o que você não pode perder.

Old Fish Market

Esse antigo mercado de peixe fica no encontro dos rios Lys e Lieve. O centro de informação turística fica aqui, então pode ser um bom lugar para começar o dia, assim você já pega um mapa e folhetos. Fica na frente do Castelo dos Condes e a entrada é pela fofa praça Sint Veerplein. Note o belo arco na entrada com uma escultura imponente de Netuno.

Castelo dos Condes – Gravesten

A história do castelo remonta à época da dominação romana. Não tem muita coisa no interior, mobília ou arte, mas tem uma exposição de instrumentos de tortura, armaduras e armas. O ingresso custa 12€. Tem um café logo na entrada, muito lindo. Ainda que você resolva não entrar no castelo, dá uma passadinha no café.

A0 redor do castelo ainda é possível ver seu fosso e se fizer o passeio de barco vai poder contornar a construção.

ghent-bruxelas-castelo

ghent-bruxelas-cafe-castelo

Grasbrug

Essa pequena ponte é um dos símbolos da cidade e fica na bifurcação dos dois rios, próxima ao Korenmarkt. O visual é lindo e rende muuuuitas fotos.

ghent-bruxelas-rio-Lys

Belfry

Ótimo lugar para subir e aproveitar lindas vista da cidade. E a boa notícia é que tem elevador! Custa 8€ para subir. O dragão que fica no topo da torre é o símbolo de Ghent. É patrimônio da UNESCO e simboliza a prosperidade e independencia. Os sinos tocam aos domingos, entre 11h e 12h.

ghent-bruxelas-belfry

Igreja e ponte de St Michael

Uma ponte de pedra super charmosa de onde se tem uma bela vista para o rio Lys e suas casinhas na Graslei e Korenlei e também das 3 principais torres da cidade alinhadas. Nela está a Igreja de St Michael, de estilo gótico, que abriga várias esculturas e pinturas, inclusive o quadro ‘Christ on the Cross’ de Anthony Van Dyck.

Leia também: O que fazer em Bruxelas – roteiro e dicas

ghent-bruxelas-st-michels-church

Graslei e Korenlei

Graslei e Korenlei são os nomes das margens ao longo do rio Lys, entre a Ponte São Michel e a ponte Grasburg. Cada uma de um lado do rio. Certamente você vai gastar um tempo aqui admirando as lindas casinhas históricas e se for verão curtir o sol. Um dos pontos de saída do passeio de barco é na Graslei, próximo à Grasbrug.

ghent-bruxelas-noite

A catedral de St. Bavos

A Catedral de St Bavos fica na Sint-Baafsplein. Na idade média, Ghent era uma cidade importante e rica que podia se dar ao luxo de construir igrejas enormes e que ostentavam riquezas. Cheia de mármore, decoração opulente e obras de arte, tem como destaque The Adoration of the Mystic Lamb, obra prima dos irmãos Van Eyck.

St. Nicolas Church

Já deu para perceber que Ghent ostenta nas igrejas, né? A de São Nicolas tem estilo gótico Scheldt, sua torre servia de ponto de observação e abrigava os sinos até que eles foram transferidos para a Belfry mais tarde. Sua torre, junto com a da Belfry e da Catedral de São Bavo formam o skyline medieval da cidade.

ghent-bruxelas-tres-torres

Passeio de barco pelos canais de Gent

O passeio de barco é interessante especialmente nos meses de calor. Fizemos num dia super frio de inverno, mas foi tranquilo pois o barco é fechado e tem aquecimento. O trajeto não é enorme, mas é interessante para ver as construções de outro ângulo e passar por baixo das pontes.

Nos meses de calor a fila é meio grande. Você pode comprar com antecedência para ganhar tempo nesse link. Custa 8€.

Graffiti Street (Werregarenstraat)

Um dos nossos lugares favoritos, uma rua totalmente coberta por grafitti e onde qualquer um pode deixar sua marca.  Só tem uma regra: não estragar outros trabalhos que sejam melhores que o seu. Não vale ir rabiscar por cima de um desenho legal. Olha que incrível!

Leia também: Quanto custa viajar para a Bélgica – gastos e preços detalhados

ghent-bruxelas-rua-grafitti

Onde comer em Ghent, Bélgica

Como estávamos com nossa querida amiga Mia, que mora na cidade, ela nos levou para conhecer vários restaurantes em Ghent super bonitos e gostosos. Deixamos essas dicas valiosas para vocês.

Epiphany’s Kitchen
Jantamos aqui e foi uma delícia. Um lugar gracinha, cheio de flores, apresentação dos pratos linda, com flores e e um atendimento super simpático.
Endereço: Burgstraat 10

Alegro Moderato
Esse restaurante todo bonitão fica bem na Korelei, em frente ao rio. É lindo e serve comida mediterrânea. O menu de almoço mais simples custa 30€.
Endereço: Korenlei 7

Le Botaniste
Um restaurante e wine bar vegano e orgânico que fica numa antiga farmácia do século 19. É uma graça. Essa pequena rede tem 3 unidades na Bélgica e 4 em Nova York e serve comida de qualidade e saudável.

Ankara
Para quem quer uma opção econômica, esse restaurante turco foi um dos mais baratos que achamos e estava uma delícia. Almoçamos super bem sem gastar muito. Tem vários outros restaurantes na mesma rua se você quiser explorar.
Endereço: Oudburg,44

E o que comer em Ghent? Bem, as coisas mais tradicionais na Bélgica são as batatas fritas, os waffles, chocolates e a cerveja. Mas Gent tem uma curiosa guloseima tradicional, os Cuberdons, cuja tradução é “pequenos narizes”. Pelo que lemos eles são super doces e não nos aventuramos. a experimentar.

ghent-bruxelas-doces

Os tradicionais Cuberdons. Um nariz engraçado…

Onde ficar em Ghent, Bélgica

Nós fizemos um bate e volta, mas nos arrependemos. Super vale a pena dormir na cidade para aproveitar a noite em Ghent.

Para te ajudar com o planejamento, deixamos aqui alguns bons hotéis em Ghent.

  • Atlas B&B – Opção econômica e confortável. Quartos temáticos, cada um representa um dos 7 continentes. O café da manhã está incluído na tarifa e a localização é central. Nota: 8,3  – $$
  • Quartier Leonard – Um hotel muito legal, com quartos temáticos lindos, inspirados em artistas: tem quarto Salvador Dalí, Andy Warhol, ou Chanel. Amamos! Oferece máquina de lavar roupa, cozinha equipada com micro-ondas, chaleira e cafeteira. Nota: 8.2  – $$
  • Getaway Studios Gent – Esses estúdios com cozinha compacta com micro-ondas e geladeira são ideais para quem prefere preparar suas refeições. São bem equipados com ferro de passar, guarda-roupa, área de estar com sofá. E o melhor, o preço é ótimo!  Nota 8.9  – $
  • Hotel Gravensteen – pertinho do Castelo dos Condes, com vistas bem bonitas da janela. Quartos com mini-bar, TV e mesa. Nota 8,2  – $$$
  • Charme Hotel Hancelot – Um pouquinho mais afastado do centro, mas vale pelos bonitos quartos super românticos. O prédio era uma casa de um barão. O café da manhã está incluído na tarifa.  Nota 8.2  –  $$$$
  • Pillows Grand Boutique Hotel Reylof Ghent – Se você quer luxo, esse hotel 4 estrelas oferece. Recepção com lareira, piscina aquecida, sauna, academia e um charmoso jardim. Os quartos são contemporâneos e espaçosos, além de oferecer mimos como cafeteira Nespresso, sistema de som com tecnologia sem fio, chuveiro com efeito de chuva, roupão e chinelos. Nota: 9.4  –  $$$$
ghent-bruxelas-canal

Fugimos do centro um pouco para explorar áreas mais sossegada

 

Planejando viagem para os Bélgica e Países Baixos? Leia também:

Roteiro de 15 dias por Bruxelas, Holanda e Luxemburgo

O que fazer em Bruges, o bate-volta clássico de Bruxelas

Quanto custa viajar para a Bélgica – gastos e preços detalhados

O que fazer em Bruxelas – roteiro e dicas

Hospedagem barata em Bruxelas – dicas de hostel

O que fazer em Luxemburgo – roteiro completo e dicas

O que fazer em Rotterdam – roteiro completo e dicas

Dicas de hostels bons e baratos em Amsterdam

Vale a pena comprar o I Amsterdam City Card?

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars
Compre chip de celular internacional com a Viaje Conectado
Compre passagens aéreas com muito desconto com a Passagens Promo