Uma senha sera enviada para seu e-mail
OsEO27nYZoc

Roteiro de 2 dias em Praga, na República Checa

Depois de passar por Budapeste, Bratislava e Viena, chegamos no último destino da nossa viagem pro Leste Europeu: Praga. E aparentemente deixamos o melhor pro final: foi a nossa cidade favorita não só dessa viagem, mas entrou pro top 5 de cidades mais incríveis do mundo.

Antes de começar contando nosso roteiro já enfatizo, coloque Praga na sua lista de lugares pra conhecer antes de morrer! A cidade é linda, o clima é ótimo, as comidas e bebidas são demais. 🙂

Se quiser ter uma ideia do custo dessa viagem, fizemos um post com os todos os preços. 

Ficamos 2 dias inteiros e digo com dor no coração que nos arrependemos de não termos separado mais dias. Apesar da cidade não ser imensa, o clima é tão bom que dá vontade de ficar mais pra aproveitar tudo com calma.



Chegamos vindo de Viena em um trem de 3 horas e meia. Cada passagem custou 34€. Compramos nesse site. Chegamos na estação bem tarde, perto da meia-noite. Em Praga eles não usam Euro, mas Coroas Checas. Por isso é importante você sacar em um caixa eletrônico ou trocar o dinheiro assim que chegar. Em abril 2015, 100 coroas eram 3,6€. Nós tiramos dinheiro no caixa eletrônico da estação mesmo.

ATENÇÃO! O Seguro Viagem é obrigatório para entrar na República Checa.
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Gabi na Torre do Old Town Hall

Gabi na Torre do Old Town Hall

Táxi em Praga: fique esperto!

Tivemos que pegar um taxi para o apartamento que alugamos pelo AirBnB. Uma coisa ruim de Praga é que os taxistas não são obrigados a usar o taxímetro e claro que ninguém usa. Por isso, eles sempre passam a perna… Os táxis podem sair meio caros, mas durante o dia a cidade é pequena e é fácil pegar o tram ou andar. Em situações de madrugada como essa, não tem muito jeito. 🙁

Mas tem essa dica quentíssima passada pelo nosso anfitrião AirBnB: existe um serviço pro aeroporto com preço fixo, de qualquer lugar de Praga pro aeroporto e vice versa por 400 coroas checas (15€)! Isso é o que os taxistas sem taxímetro cobram por uma corrida de 5 minutos no centro! Vale super a pena.

Você tem que reservar com antecedência e eles chegam na hora. Cobram um adicional de 20 coroas por cada mala. O site é esse aqui http://www.taxiairportpraha.com e o número de telefone 251 222 555.

Nós quatro no Castelo de Praga

Nós quatro no Castelo de Praga

Onde ficar em Praga

Ao chegar no nosso apartamento do AirBnB fomos muito bem recebidas pelo anfitrião. Apesar de ser bem tarde estava lá nos esperando e super simpático – que nos deu dicas da cidade, deixou vinho pra gente e a casa limpinha e equipada. Era um apartamento espaçoso, com um quarto e uma sala grande com sofá-cama.

O único problema: o apartamento era no quarto andar e isso não estava na descrição. Essa viagem fizemos com a tia e mãe da Fabia que são idosas, então subir e descer essa escada todo dia era complicado. Esse é o link do ape: https://www.airbnb.com.br/rooms/4037032. 

Caso você não seja cadastrado no Airbnb, acesse nosso link e ganha €35 de desconto an sua primeira reserva.

Como muita gente prefere ficar em hotel ou hostel, reservando pelo site Booking.com, já separamos alguns hotéis muito bons em Praga, para diversos estilos de viajantes e orçamento. Veja abaixo:

O que fazer em Praga

Acordamos cedo pra curtir nosso primeiro dia em Praga. Antes de turistar, fomos encontrar a Kamila do Praga Turismo. Ela gentilmente nos deu um monte de material legal pro blog – os mapas e brochuras mais incríveis! Batemos um papo agradável, pegamos várias dicas e já nos sentimos bem-vindas em Praga.

Uma das curiosidades que Kamila nos contou é que Praga foi cenário de uma série televisa de casamentos que passou na China. Agora muitos chineses visitam a cidade para casar ou fazer uma viagem romântica.

As estrangeiras aproveitando um lindo dia de primavera no rio Vltava

As estrangeiras aproveitando um lindo dia de primavera no rio Vltava

Falando em cenário, Praga recebe muitas equipes cinematográficas e vários Blockbusters foram filmados nela, como Missão Impossível, Casino Royale (James Bond), A Liga dos Homens Extraordinários, Van Helsing, From Hell, Blade II, entre muitos outros. Tem um mapa fornecido gratuitamente com todas as locações para os cinéfilos.

Saindo dali compramos um bilhete individual do tram (24 coroas checas, válido por 30 minutos, até zona 3) e fomos em direção à montanha, onde tem o Mosteiro Strahov e o Castelo de Praga.

Descemos no Mosteiro, que tem uma vista muito bonita da cidade. O maior atrativo dentro do mosteiro é sua biblioteca, mas infelizmente estava fechada pro almoço (entre 12 e 13h). O horário de funcionamento é das 9h as 17h, portanto programe-se!  Deixamos aqui o site oficial: http://www.strahovskyklaster.cz/

O monastério foi fundado em 1143. Nele fica a Basílica of Assumption of Our Lady, além de uma exposição sobre a história do local e até uma Cervejaria e restaurante.

Mosteiro Strahov

Mosteiro Strahov

Nessa área fica o Petrín Park. Não tivemos tempo para visitar, mas nele fica a Petrín Lookout Tower, uma cópia do Torre Eiffel construída para a Jubilee Exhibition em 1891. É possível subir na torre. Também o Mirror Maze, um labirinto com espelhos que dá a impressão de ser infinito.

Saindo dali, descemos andando pelas ruazinhas medievais e caímos na Loreto, um centro de peregrinação, com a igreja barroca da natividade, cercada de capelas e claustros. Existe uma coleção de objetos litúrgicos raros dos séculos 16 a 18. O exterior é muito bonito, repleto de estátuas e já vale uma passada.

Loreto

Loreto

Apesar de Praga ter várias igrejas, capelas e templos a cidade é a segunda no mundo em número de ateus. Durante os anos comunistas as religiões foram sufocadas. Hoje, diversas fés convivem em harmonia.

Anjos na frente da Loreto

Anjos na frente da Loreto

Chegando perto do Castelo de Praga avistamos várias barraquinhas de comidas! Apesar de ser pra turista, tudo o que a gente comeu estava ótimo e o preço era justo, indicamos altamente!

A comida é por peso e pedimos um pouco de cada coisa pra experimentar tudo. Nhoque de espinafre, repolho com batata e carne de porco e salsicha no molho de cerveja, acompanhada de pão. Tudo uma delícia! A mãe e tia da Fabia tomaram uma cerveja checa – e aprovaram! Nós ficamos na limonada cor-de-rosa (na verdade é um refrigerante, tem gosto de tubaína).

Experimentando as delícias checas.

Experimentando as delícias checas.

De sobremesa, comemos o nosso primeiro (de muitos) Trdelnik. Esse doce também é conhecido como “caracol húngaro”. Sério gente, comam! Comam muitos! Eu fiquei apaixonada. É tipo uma massinha de pão bem leve que eles enrolam tipo num rolo de massa e assam, depois passam numa mistura de açúcar, amêndoas e canela… Sei que parece simples, mas o gosto é indescritível. Devo ter comido uns 4 nesses dois dias em Praga. Trdelnik é só amor!

comida praga

Depois da comilança do almoço fomos para o Castelo de Praga. Você precisa comprar um ingresso pra entrar nas instalações e existem várias opções de ingressos. Compramos o passe B, que incluía o Old Royal Palace, a Basílica de São George, Catedral de São Vito e a Golden Lane.

Cada ingresso custou CZK 250. Aqui você pode comprar seu ingresso antecipado para o Castelo de Praga. O castelo foi fundado aproximadamente no ano de 880 e de acordo com o Guinness Book of World Records, é o maior complexo de castelo no mundo, com uma área de 70,000 metros.

A troca da guarda acontece diariamente ao meio dia. Durante o verão os jardins são livres para visitação.

Castelo de Praga

Castelo de Praga

A Catedral de São Vito é bonita por dentro, mas nada muito diferente das outras igrejas góticas da Europa. Nela aconteciam as coroações dos reis e rainhas.

Catedral de São Vito

Catedral de São Vito

O interior do Castelo de Praga é mais legal. Ele é super antigo, você se sente na idade média mesmo com seus quartinhos, escadinhas, as janelas originas (ele é do século 9!). Destaque é o Vladislav Hall que servia para banquetes e festividades reais e até hoje é local de eventos importantes como a eleição do presidente e cerimoniais oficiais.

Interior da Catedral de São Vito

Interior da Catedral de São Vito

A Basílica de St George é menor, tipo uma capela. Nela ficam as tumbas de membros de princes da dinastia Premyslid.

Basílica de St George

Basílica de St George

Por último você passa pela Golden Lane, o mais legal na minha opinião. É uma rua bem estreita e as casas da idade média foram preservadas. Nelas moravam servos do castelo e são todas minúsculas. No número 20 Franz Kafka morou entre 1916 e 1917. Hoje não tem ninguém morando, é tudo preservado pela prefeitura.

Pela casa de número 12 é possível subir na Torre Daliborka, que era uma fortificação cercada de canhões. Tem uma exposição de armaduras e armas medievais bem legal.

Golden Lane

Golden Lane

Torre Daliborka

Torre Daliborka

Na saída do castelo você vai ter novamente uma vista linda da cidade de Praga lá embaixo, com o rio Vltava cortando no meio. Na descida do morro, passamos pelas Vinhas do São Venceslau – diz a lenda que foi ele mesmo quem plantou as vinhas. Aliás, São Venceslau é o padroeiro de Praga, então tem várias coisas com o nome dele pela cidade.

Vinhas de São Wenceslau

Vinhas de São Wenceslau

Chegamos na margem do rio e fomos indo em direção ao centro por ele. Chegamos na Ponte Carlos (Charles Bridge). É um dos pontos turísticos mais importantes – e na minha opinião o mais lindo – de Praga. É uma ponte larga que atravessa o rio e por ela não passam carros – só pedestres e bicicletas.

Andar pela Charles Bridge é muito legal, você vai se ver cercado de pessoas vendendo coisinhas, músicos tocando e estátuas por toda a extensão da ponte, dos dois lados. Algumas dessas estátuas estão bem negras, outras mais claras pois foram reconstruídas.

Esse clima meio “sujinho” de Praga dá um toque especial pra cidade que é de fato, lindíssima. Nas extremidades da ponte ficam as torres – Lesser Town Bridge e Old Town Bridge.

Ponte Carlos

Ponte Carlos

Chegamos do outro lado do rio, onde está o centro histórico de Praga. Não quero soar repetitiva, mas tudo é muito lindo! Os prédios, as ruas, as pontes… Adentrando a principal praça de Praga, a Old Town Square, demos de cara com o ponto turístico mais badalado de todos: o Relógio Astronômico.

O relógio do século XV é lindo, marca a hora em 3 horários diferentes e ainda mostra a posição astrológica do sol e da lua! Pessoas que amam astrologia (tipo eu!) vão pirar.

Detalhe do Relógio Astronômico

Detalhe do Relógio Astronômico

A Old Town Square, fundada no século XII está sempre cheia de gente, músicos tocando, barraquinhas e foi palco de muitos eventos históricos. Nela fica a Igreja Our Lady before Tyn, o Kinsky Palace e a Casa de Stone Bell, um espaço de exposições e concertos.

A igreja Our Lady before Tyn durante a noite

A igreja Our Lady before Tyn durante a noite

Resolvemos entrar em algum lugar pra tomar um drink pra fechar o dia, ali na praça mesmo e entramos no White Horse. A moça perguntou se a gente queria a mesa no subterrâneo, dissemos que podia ser e pra nossa surpresa demos de cara com a construção subterrânea medieval original lá embaixo!

Depois descobrimos que no centro de Praga existem vários lugares assim, que preservaram o subterrâneo do século XII pois na época existia uma outra Praga, 8 metros para baixo, mas que vivia inundada por causa do rio e da geografia. Entāo a cidade foi reconstruída por cima, num nível mais alto. E é sensacional poder visitar o que restou da cidade antiga.

Subterrâneo no restaurante White Horse, que fica na Old Town Square

Subterrâneo no restaurante White Horse, que fica na Old Town Square

Mas voltando ao bar… Pedimos uma sidra, porque adoramos! Acontece meus amigos, que a sidra chamada Kingswood, da República Checa, é a melhor do mundo! Com muito gás e sabor frutado eles servem com gelo… Não dá pra descrever. Amantes de sidra vão fazer como nós e tomar mil copos – e sair bem bêbados. hahaha

Essa cidra é fenomenal! A mais gostosa do mundo.

Essa sidra é fenomenal! A mais gostosa do mundo.

No segundo dia acordamos cedo e fomos caminhando do apartamento até o centro. O nosso tour no Old Town Hall estava marcado pras onze horas. Fomos descendo pela Vaclavske namesti (Wescelasu Square). Do centro dela avista-se o Museu Nacional ao fundo.

National Museum de Praga

National Museum de Praga

Passamos pelo Powder Tower, antigo portão de entrada da cidade e por onde os reis entravam na Old Town para sua coroação. Ao lado fica a Municipal House, um prédio lindo art nouveau que abriga um teatro. A mãe e a tia da Fabia compraram um ingresso pra ver um espetáculo da orquestra mais pro fim do dia.

Powder Tower

Powder Tower

Aqui fica também o museu de cera. Achamos esse Bruce Willis muito real!! Na vitrine tinha também um Charles Chaplin perfeito!

Bruce Willis no Museu de Cera

Bruce Willis no Museu de Cera

Chegamos no Old Town Hall e encontramos a guia Kamilla, uma fofíssima que deu um tour incrível só pra nós duas, que durou 1h20. Descobrimos que ele é muito maior por dentro e engloba 4 prédios da fachada, não só a torre do relógio.

Vimos a estrutura interna do Relógio Asstronômico, chamado Orloj, aprendemos sobre a história dele e história de Praga, foi muito legal mesmo.

Os apóstolos que aparecem no relógio astronômico entre as 9h e as 23h

Os apóstolos que aparecem no relógio astronômico entre as 9h e as 23h

Muito triste saber que por um azar enorme, a parte do prédio foi destruído no último dia da 2a Guerra. A asa leste, a Gothic Revival, nunca foi reconstruída. Depois de passar pelos níveis superiors, você ainda desce com a guia para os cômodos subterrâneos, que eram antigas casas e ruas medievais.

A Kamilla é uma super guia e contou um monte de história pra gente, ensinou como eles coletavam água, mostrou as artimanhas pra proteger a casa de ladrões. Recomendamos altamente fazer esse passeio guiado. Dá para subir ainda na Torre, que tem uma vista linda da praça e da cidade.

Old Town Hall engloba esses quatro prédios.

Old Town Hall engloba esses quatro prédios.

O tour completo (capela, salas históricas e subterrâneo) custa 100 CZK para adultos e 70 CZK as reduzidas. Para subir na Old Town Hall Tower: adultos pagam 120 CZK, descontos  por 70 CZK. Os ingressos combinados para fazer os dois custam 160 CZK. Todas as informações no site.  Nesse prédio fica um dos  Tourist Center. Há muito material bacana para ser retirado gratuitamente.

Old Town Square vista da Torre do Old Town Hall

Old Town Square vista da Torre do Old Town Hall

Na saída estávamos morrendo de fome e comemos ali na praça mesmo mais uma comida tradicional, dessa vez um Old Prague Ham com pão. Eles assam o porco inteiro ali na sua frente, os pedaços imensos rodando e rodando… É gostoso, mas é meio seco.

Saindo dali fomos em direção ao bairro judeu. Vimos diversas sinagogas, sendo a principal a Old New Sinagoga, que data do século XIII, passamos pelo cemitério judeu e pelo Jewish Museum.

Bairro judeu

Bairro judeu

Perto dali paramos pra tirar umas fotos de uma escultura bem doida chamada In Utero, do artista checo David Cerny, que representa uma mulher grávida de joelhos na praça, como se fosse dar à luz da maneira mais natural possível.

In Utero, escultura do checo David Cervy

In Utero, escultura do checo David Cervy

Praga – o paraíso das Cervejas

Fizemos uma parada estratégica em um pub bem turístico, chamado “Museu da Cerveja” (Beer Museum), que fica na rua Dlouhá. A República Checa é uma grande produtora de cerveja. Apenas em Praga há 25 cervejarias e 22 pubs cervejarias. Existem também Beer spas, onde você relaxa num banho de cerveja (enquanto bebe também) e usa produtos cosméticos a base da bebida.

Bem, lá no Beer Museu eles servem mais de 30 tipos tiradas do barril. Você pode escolher uma só ou um menu-degustação com vários copos menores. A mãe da Fabia tomou uma cerveja escura, a tia dela tomou uma cerveja clara fraquinha e nós duas repetimos a sidra Kingswood. A Fabia não gosta de cerveja e eu amo, mas não estou tomando por conta do glúten… juro que sofri, tinha uma carta maravilhosa de Pale Ales.

Se você ama cerveja, que tal visitar bares tradicionais, provar cervejas locais e aprender sobre a produção cervejeira? Aproveite para fazer o Praga Beer TourDurante 4 horas você vai passar por 3 bares, cada um especializado numa cerveja tcheca diferente. O tour custa 15 e inclui 3 cervejas pequenas de 300 mls, uma de 500 mls e petiscos. Sai diariamente às 18h.

A mãe e a tia da Fabia foram na Municipal House assistir a orquestra e nós duas aproveitamos pra andar mais um pouco pela cidade. Descemos até o rio e fomos a pé para a Dancing House, uma casa com arquitetura diferente inspirada nos passos de dança de Fred Astaire e Ginger Rogers. Projetada pelos arquitetos Vlado Milunic e Frank O. Gehry, ganhou vida em 1996.

Dancing House

Dancing House

O clima em abril estava ótimo em Praga, o sol já dava as caras e as pessoas ocupavam os parques lindamente. Aproveitamos para entrar na ilha que fica no meio do Rio Vltava, a Slovansky ostrov.

Ilha Slovansky ostrov no rio Vltava

Ilha Slovansky ostrov no rio Vltava

Depois que reencontramos as duas no centro, voltamos à pé pra casa e jantamos num restaurante de comida italiana do lado do apartamento. Antes de dormir, eu e a Fabia entramos em um pub irlandês na nossa rua mesmo, e tomamos uma última sidra.

Assim terminamos essa viagem de 7 dias pelo Leste Europeu. Ainda faltaram alguns países muito legais, como Romênia, Croácia, Polônia, Macedônia e Ucrânia, mas não deu tempo de incluir nesse passeio. Vamos fazer numa próxima! Se empolgou pra ir pro Leste Europeu? Já foi pra algum desses países? Conta tudo pra gente nos comentários! 😉


Os outros posts sobre essa viagem:

Budapeste

Bratislava

 –Viena

-Post com os todos os gastos da viagem


Escultura legal em frente ao Museu Kafka

Escultura legal em frente ao Museu Kafka


Links para Praga:
www.prague.eu
www.facebook.com/prague.eu
www.praguecitytourism.com
Cartão Prague Card (cartão que inclui entradas ou descontos para as atrações e transporte livre, com opções de 2, 3 ou 4 dias)


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

pragapinterest


Fabia e Sueli no relógio Astronômico

Fabia e Sueli no relógio Astronômico

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars

Curta nossa página no Facebook!