Uma senha sera enviada para seu e-mail
uiC1O1pIJX4

Tour Ilhas Ballestas e Reserva Nacional de Paracas – Peru

Paracas foi uma das paradas pela nossa viagem de 15 dias pelo Peru. Depois de tanto tempo passando mal na altitude de Cusco, foi um alívio chegar ao nível do mar! Nesse post vamos te contar o que fazer em Paracas e Ilhas Ballestas.

Paracas é uma pequena cidade no sudoeste do Peru e vive do turismo relacionado às Ilhas Ballestas e à Reserva Nacional de Paracas. Todos os viajantes que passam por lá acabam fazendo esses dois passeios. E vale super a pena. É muito bonito e você terá a oportunidade de entrar em contato com a fauna e flora locais.

No mesmo dia fizemos um tour combinado: primeiro visitamos as Ilhas Ballestas, de barco, e depois exploramos a Reserva Nacional de Paracas. O preço do bilhete combinado foi 75 soles por pessoa. Na época 1 sol equivalia a 1 real, mas te aconselho ver a cotação atual.

ATENÇÃO! Recomendamos sempre viajar para fora do Brasil com Seguro Viagem.
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

o-que-fazer-em-paracas-peru-reserva-nacional-praia

Paisagem na Reserva de Paracas

Onde ficar em Paracas

A cidade é pequena, então a maioria das hospedagens estão no centro e pertinho da marina de onde saem os barcos para as Ilhas Ballestas. Recomendamos dormir pelo menos uma noite por lá, para aproveitar os passeios com calma e depois seguir viagem.

Nós ficamos no Willy Hostel, um hostel simples porém muito bem localizado (na frente da rodoviária da cidade!) e com instalações boas e limpinhas. Como esse mochilão pela América Latina foi longo nós precisávamos economizar, então reservamos um quarto duplo nesse hostel com banheiro compartilhado. Tem café da manhã incluído, que estava bom.

Clique aqui para ver disponibilidade, preços e fazer sua reserva no Willy Hostel.

Outras opções de hotéis e hostels bons em Paracas são:

Leia também: Roteiro de 15 dias pelo Peru e gastos detalhados

o-que-fazer-em-paracas-peru-olhas-ballestas

Passamos por várias formações rochosas lindas assim no passeio de barco

Tour de barco às Ilhas Ballestas

Chegamos em Paracas de manhã, de ônibus, deixamos as coisas no hostel e logo cedo fomos para o deque “La Marina Turística de Paracas” comprar o ingresso para os passeios do dia. Você compra lá na hora mesmo, no guichê oficial e todos os barcos saem dali. Demos sorte porque estava a apenas 5 minutos caminhando do hostel!

Atenção: há dois horários de saída diária dos barcos: às 08h00 e às 10h00 da manhã. Nos meses de verão, de janeiro a março, eles abrem uma terceira saída às 12h00. Então se programe para não perder o passeio!

Entramos no nosso barco, que é tipo uma lancha grande, e seguimos em direção às Ilhas Ballestas. O uso de colete salva-vida, disponibilizado no barco, é obrigatório. Fomos acompanhado de um guia que ia dando informações sobre os locais no microfone.

o-que-fazer-em-paracas-peru-olhas-ballestas-leao-marinho

Você vai enlouquecer com os leões marinhos aos montes

O passeio todo é bem bonito, mas atenção: mesmo no verão o vento é MUITO gelado, a maioria das pessoas ficou morrendo de frio! Vá agasalhado, leve pelo menos uma jaqueta corta-vento e algo para proteger a cabeça para aproveitar o passeio e não ter que ficar encolhido no barco.

O primeiro ponto alto do passeio é passar pelo famoso Candelabro que parece estar desenhado na duna de areia. É impressionante! Mas é ilusão de ótica, na verdade o desenho foi feito em baixo relevo na pedra – que como tem uma cor amarelada parece areia.

o-que-fazer-em-paracas-peru-olhas-ballestas-candelabro

Ao longo de todo o passeio pelas Ilhas Ballestas você verá uma diversidade de fauna sensacional. Muitos leões marinhos esticados no sol, tirando um cochilo preguiçoso, pinguins (!) e muitas outras aves. A quantidade de passarinho sobrevoando é impressionante.

Exatamente pela presença de tantas aves toda a área tem um cheiro muito forte de guano, o cocô das aves que é usado como fertilizante. De tempos em tempos os caras passam pelas ilhas retirando o excremento. Eca! O cheiro é ruim, mas como você não sai do barco durante o passeio, logo acostuma.

o-que-fazer-em-paracas-peru-olhas-ballestas-pinguim

Tem até pinguim!!!

Passamos também por uma praia que é a maternidade das leoas marinhas. Elas vão até lá dar luz aos seus filhotes. Muito fofo!

Duração do passeio às Ilhas Ballestas: 1h30.

Voltamos ao hostel e esperamos o horário combinado para a saída do passeio à Reserva Nacional.

Leia também: 10 lugares para visitar no Peru além de Machu Picchu

Tour pela Reserva Nacional de Paracas

Na hora combinada fomos até o mesmo local da saída dos barcos e entramos na van do nosso passeio. No total éramos 8 turistas e 1 guia. Adentramos na área desértica de Paracas até chegar na Reserva Nacional. A paisagem desértica sempre me encanta, com sua imensidão e cores distintas.

A primeira parada foi o Museo de Sitio Julio C. Tello. As exposições explicam sobre a fauna e flora da reserva. Depois, por fora do museu caminhamos um pouco até uma zona onde haviam flamingos chilenos que migram para o Peru em algumas épocas do ano. Lindos!

o-que-fazer-em-paracas-peru-reserva-nacional-museu

Voltamos para a van e a próxima parada foi a Playa Roja, uma praia que tem a areia avermelhada. O visual é bem legal com as falésias, subimos em um ponto mais alto e tiramos belas fotos.

Leia também: Viajar para Machu Picchu sozinha – uma experiência inesquecível

o-que-fazer-em-paracas-peru-reserva-nacional-playa-roja

Dali seguimos para uma outra praia pequenininha, de pedra, onde as pessoas corajosas podiam entrar na água – estávamos com medo do mar gelado e preferimos evitar.  Almoçamos ali em um restaurante na beira da praia, especializado em peixe e frutos do mar. Pedimos ceviche, não foi super caro mas também não é um valor baratinho.

o-que-fazer-em-paracas-peru-reserva-nacional

o-que-fazer-em-paracas-peru-reserva-nacional-aves

Ali acabou nosso passeio e a van nos levou de volta para o centro de Paracas. Nos deixou em frente ao hostel! Saímos para caminhar no vilarejo e buscar um restaurante para comer antes de partir. Na rua Malecon El Chaco tem alguns restaurantes um ao lado do outro. Comemos ali um hamburguer e estava ok.

o-que-fazer-em-paracas-peru-malecon-el-chaco-restaurantes

Além dos passeios, não há muito mais o que fazer em Paracas.
Dormimos uma noite em Paracas e no outro dia bem cedinho pegamos o ônibus em direção à Lima.

E aí, já foi para lá e tem mais alguma dica sobre o que fazer em Paracas? Deixa nos comentários!


Outros posts sobre o Peru que podem te interessar:

– Roteiro completo de 15 dias no Peru + gastos detalhados

– 1o lugares para visitar no Peru além de Machu Picchu

– Viajar para Machu Picchu sozinha: uma experiência transformadora

– Passeio ao Vale Sagrado Inca: Ollantaytambo e Písac

– Passeio às Salineras de Maras e Moray

– Cusco LGBT: o Peru é gay-friendly?


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

Paracas-peru

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars

Curta nossa página no Facebook!