Mangue Seco, na Bahia: roteiro de viagem, passeios e dicas

Mangue Seco, na Bahia, é um daqueles paraísos na Terra que dá vontade de nunca mais ir embora. A praia que ficou famosa por ser o cenário da famosa novela Tieta do Agreste tem a areia branca, coqueiros e aquele clima de paz e tranquilidade.

Mangue Seco está localizado no município de Jandaíra, no extremo sul da Bahia, quase na divisa com Sergipe. Por isso, acaba sendo um passeio muito procurado pelos turistas que estão na capital sergipana, Aracaju.

Nesse post vamos contar tudo o que você precisa saber para visitar Mangue Seco: como chegar, como funciona o passeio bate-volta, o que fazer e comer por lá e onde se hospedar, caso você queira passar alguns dias no paraíso.

Leia também: Quanto custa viajar para Sergipe: gastos em Aracaju e passeios próximos

mangue-seco-bahia

Como chegar em Mangue Seco saindo de Aracaju

Se você está em Aracaju fica bem fácil ir até Mangue Seco, pois são cerca de 110 km de distância. Há a opção de ir por conta própria, de carro, ou contratando um passeio tipo bate-volta. O jeito mais fácil é indo com o passeio, como nós fizemos. Usamos a empresa Top Tur e recomendamos!

Custou R$110 por pessoa, a van nos pegou na pousada em Aracaju às 8h da manhã e voltamos às 18h. O passeio já inclui traslado ida e volta de van até Pontal e ingresso da embarcação ida e volta até o vilarejo de Mangue Seco.

mangue-seco-praia-tieta

Os coqueiros Romeu e Julieta vistos do alto das dunas de Mangue Seco

Se você optar por ir sozinho com carro alugado, aconselhamos que alugue pela RentCars, um buscador que compara preços das locadores e te diz o melhor custo-benefício. Usamos e recomendamos! Clique aqui para pesquisar preços e alugar carro com a RentCars.

A rota de 100km para chegar em Mangue Seco sai de Sergipe pela SE-100 até o Distrito Pontal, no município de Indiaroba. Não há pedágios no caminho e a rodovia está em bom estado geral, com alguns buracos. Veja a rota no mapa abaixo.

Barco ou lancha para cruzar o Rio Real

Ao chegar em Pontal, você deverá estacionar o carro e seguir para o atracadouro de Pontal, onde sai a embarcação todos os dias às 10h da manhã. Você pode comprar o ingresso ali mesmo no vilarejo (ingresso ida e volta, com retorno às 16h do mesmo dia custa R$40). Lembrando que, se você estiver com passeio fechado, como nós fizemos, esse valor já estará incluído no valor do passeio e você não precisa se preocupar.

Porto na cidadezinha de Pontal, de onde saem as embarcações

Há alguns barqueiros que vendem também a opção de ir de lancha, normalmente valor fechado pela lancha. Então, dependendo do número de pessoas pode compensar. Vale a pena fazer uma pesquisa de preço no local antes de decidir.

A seguir, você vai de barco pelo Rio Real até o vilarejo de Mangue Seco. Essa travessia dura mais ou menos quarenta minutos. Ao chegar em Mangue Seco, você estará no vilarejo de pescadores. Ali tem que pegar um buggy ou quadriciclo para atravessar as belas dunas e chegar na praia.

mangue-seco-rio-real

A travessia do rio tem paisagens belas como essa

Leia também: O que fazer em Aracaju – roteiro de viagem e dicas completas

Passeio de Buggy ou quadriciclo até a praia de Mangue Seco

Para chegar na praia precisa pegar um buggy ou quadriciclo. Não tem jeito. O valor é R$150 por buggy, que leva até 4 pessoas. O quadriciclo custa o mesmo valor, mas leva apenas 2 pessoas (uma delas vai dirigindo) e inclui os guias que vão em outro quadriciclo na frente, mostrando o caminho.

Em ambas as opções há 4 paradas em pontos estratégicos de onde se pode ver toda a região do alto e dá para fazer lindas fotos. Uma das paradas é num ponto onde é possível fazer ski bunda. A descida custa R$ 2.

mangue-seco-ski-bunda

O valor do buggy ou quadriciclo não está incluído no valor do passeio fechado, mas as empresas dos tours já deixam isso claro desde o início. Fica a seu critério, se estiver numa família ou grupo de 4 pessoas, o buggy sai mais em conta, pois o valor de R$150 é dividido em mais pessoas. O passeio pode ser radical, já que as dunas são bem altas e fofas!

Leia também: Cânions do Xingó no Rio São Francisco: tudo sobre o passeio

mangue-seco-quadriciclo

mangue-seco-rio-coqueiros

Uma das vistas durante o passeio no quad

O que fazer e onde comer em Mangue Seco

Depois de fazer o passeio radical de quadriciclo pelas dunas, chegamos na paradisíaca praia de Mangue Seco. É uma praia super rústica e preservada, então há poucas barracas de praia, todas bem simples. Optamos por ficar na Barraca e Restaurante Asa Branca, estava tudo muito bom, recomendamos.

Na barraca há mesas e espreguiçadeiras para curtir a praia sem preocupações. Chegamos lá por volta das 11h da manhã e só pegaríamos o quadriciclo de volta para o vilarejo às 14h. Por isso, ficamos ali tomando sol e curtindo o mar.

Na Praia de Mangue Seco há uma área levemente elevada cheia de coqueiros muito bonita, e ali estão os dois coqueiros chamados Romeu e Julieta, eternizados na novela Tieta, inspiraram lendas de amor e a música da Daniela Mercury. Vale a pena caminhar até lá e tirar fotos maravilhosas. É uma paisagem de tirar o fôlego!

mangue-seco-praia-romeu-julieta

Romeu e Julieta são esses dois coqueiros aí atrás.

Os petiscos, cervejinha e almoço do dia pedimos na própria barraca Asa Branca, e estava tudo muito bom! Cerveja geladíssima e uma moqueca de camarão para 2 pessoas (R$118), nota 10! Com frequência eu me pego pensando naquela moqueca e morro de saudade!

A Praia de Mangue seco em si é uma praia para curtir o mar e a areia, sem brinquedos para crianças, música alta, etc.  Nós adoramos esse tipo de praia, então para nós, foi maravilhoso. O mar tem bastante ondas, diferente do mar do estado vizinho, Alagoas. Mas a água não estava fria.

Mangue-seco-aerea

A vila de Mangue Seco está à esquerda, depois dessa área verde

Vilarejo de Mangue Seco

Chegamos de volta ao vilarejo de Mangue Seco às 14h30, tivemos meia hora para passear ali antes da embarcação partir de volta. Foi meio corrido, gostaríamos que esse tempo fosse um pouco maior.

Foi construído um belo calçadão à beira do Rio Real, com um visual lindo, tendo o Rio de um lado e o vilarejo do outro. Vale caminhar até o final para chegar na praça da Igreja do Bom Jesus dos Navegantes, uma simpática igrejinha pintada de azul.

Mangue-seco-passarela

A passarela de Mangue Seco

Nessa praça, você pode tomar um sorvete no Recanto da Dona Sula. Essa lojinha é da sobrinha de ninguém menos que Jorge Amado! A dona Sula é uma senhorinha muito simpática. Ao redor do vilarejo de Mangue Seco há lojinhas de artesanato e souvenirs, além de alguns restaurantes e lanchonetes pequenos onde você pode comer algo rápido se estiver com fome.

mangue-seco-igreja-vila
Com exceção do calçadão, o resto das ruas são de areia mesmo. As ruas não tem nome e as casas não tem número. O lugar é realmente outra vibe.

Às 15h, hora marcada para a volta da embarcação, nos despedimos da belíssima terra de Tieta. Foi um dia muito gostoso cheio de aventura nas dunas e relaxamento na praia: o equilíbrio perfeito!

Leia também: Rota do Cangaço: a trilha que explora os últimos passos de Lampião e seu bando

mangue-seco-bahia

Pedaço de paraíso, né?

Onde ficar em Mangue Seco

Se você considera a possibilidade de ficar mais tempo em Mangue Seco, curtindo a paz e o isolamento com mais calma, então a dica é se hospedar em algum dos resorts do vilarejo. Não há tantas opções por lá, então reservar com antecedência é essencial.

Confesso que eu fiquei com vontade de voltar a Mangue Seco e ficar uns 3 dias inteiros por lá. O bate-volta é bem legal quando você tem pouco tempo, como foi o nosso caso, mas fica aquele gostinho de quero mais.

Por isso, listei abaixo todas as opções de hospedagem em Mangue Seco, para você já reservar e deixar tudo planejadinho.

Tem mais dicas ou dúvidas sobre Mangue Seco? Deixe nos comentários! :)

mangue-seco-dunas

dunas-mangue-seco

Mais uma das paradas do passeio de buggy/quadriciclo


Outros posts que podem te interessar

– O que fazer em Aracaju – roteiro de viagem e dicas completas

– Quanto custa viajar para Sergipe: gastos em Aracaju e passeios próximos

– Cânions do Xingó no Rio São Francisco: tudo sobre o passeio

– Rota do Cangaço: a trilha que explora os últimos passos de Lampião e seu bando

– Onde ficar em Piranhas: base para conhecer o Rio São Francisco

– Passeio à Praia do Saco e Lagoa dos Tambaquis, em Aracaju

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars
Compre chip de celular internacional com a Viaje Conectado
Compre passagens aéreas com muito desconto com a Passagens Promo