Uma senha sera enviada para seu e-mail

O que fazer em Reims – roteiro de bate-volta de Paris

Está visitando Paris e quer fazer um bate-volta de um dia para uma cidade graciosa e que além de tudo é a capital do champagne? Então ir para Reims é a escolha ideal para você. Hoje vamos te contar o que fazer em Reims, incluindo locais para visitar, onde comer e detalhes sobre o passeio a uma típica Casa de Champagne.

Reims é a cidade mais importante da região de Marne. Na cidade há belos monumentos para visitar e um bate-volta de 1 dia é suficiente para ver tudo. Caso você deseje passar uma noite por lá para explorar com mais calma, nossas dicas de bons hotéis em Reims são:

ATENÇÃO! O Seguro Viagem é obrigatório para entrar na França.
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Como chegar em Reims

Há duas opções principais para chegar em Reims saindo de Paris: de trem ou de carro alugado.

O trem que vai para Reims sai da estação Gare de L’Est. São 48 minutos de viagem e a estação de Reims está bem perto do centro histórico da cidade. Os bilhetes de trem custam, em média 13,00€ cada trecho (podendo variar de acordo com o horário do trem e dia da semana).

Se você for de carro alugado a viagem de 140 km demora, em média 1h40. De Paris, vai pegar a rodovia A4. A nossa dica é alugar carro pela RentCars, um buscador que compara preços de todas as locadoras de Paris e te diz qual é o melhor custo-benefício. Clique aqui para pesquisar aluguel de carro na RentCars.

Fizemos um post completo bem detalhado sobre esse tema, você pode ler aqui: Como chegar em Reims saindo de Paris.

o-que-fazer-em-reims-bate-volta-paris

O que fazer em Reims

Quase todos os pontos de interesse histórico de Reims estão reunidos no centro histórico, o que faz com que o passeio seja fácil e agradável. Já as Casas de Champagne costumam estar um pouquinho afastadas, mas dá para caminhar ou ir de ônibus/táxi.

Fomos em setembro e logo que chegamos estava chovendo. Mas depois do almoço o tempo abriu e ficou bem agradável! Veja abaixo os principais pontos turísticos para visitar em Reims.

Leia também: Vale a pena comprar o passe Paris PassLib?

o-que-fazer-em-reims-bate-volta-paris-opera

Ponte Mars

É a antiga porta romana de entrada para a cidade, que está próxima da estação de trem. Quando fomos (setembro de 2018) infelizmente estava toda tampada para reforma 🙁 Mas quando for à Reims não deixe de passar por ela e tirar uma bela foto.

Mercado de Boulingrin – Les Halles

O mercadão da cidade é o Les Halles, ou Mercado de Boulingrin e está próximo à estação de trem. Ali você poderá passear por barracas dos mais diversos produtos e pegar algo rápido para comer.

Rua Drouet D’Erlon

Essa rua de pedestres é uma gracinha, cheia de cafés e lojas. É a que fica em frente à saída da estação de trem. Tem uma bonita estátua.

o-que-fazer-em-reims-bate-volta-paris-eros

Hôtel-de-Ville

A prefeitura de Reims, ou Hotel de Ville, é um prédio bem bonito, vale a pena dar uma passadinha por ali nem que seja para espiar por fora. Está no caminho entre a Porte Mars e o centro histórico, então com certeza você passará por ele.

Criptopórtico Galo-Romano

Essas ruínas romanas consistem em 3 galerias que no século III funcionavam como um mercado coberto. A entrada é gratuita, mas fique atento aos horários de abertura: apenas de maio a setembro, de segunda a domingo, das 14h00 às 18h00.

Catedral de Notre-Dame de Reims

Talvez o edifício mais importante da cidade, a Catedral tem uma história longa datando do século XIII. É um belo exemplar da arquitetura gótica e foi uma catedral muito importante para a França, pois lá foram coroados 25 reis e Joana D’Arc fez um famoso discurso.

A entrada na catedral é gratuita. Observe por dentro os vitrais que são muito bonitos, inclusive há alguns feitos pelo artista plástico Chagall. Em algumas das enormes colunas da Catedral é possível ver marcas da primeira Guerra Mundial, já que a cidade foi fortemente atacada.

o-que-fazer-em-reims-bate-volta-paris-catedral-notre-dame

Palais du Tau

Bem ao lado da catedral está o Palais du Tau, que abriga o Museu da Catedral. A entrada custa 8,00€ e lá você poderá ver objetos eclesiásticos como esculturas, tapeçarias, trajes e ornamentos da Idade Média. O Palais de Tau funcionava como residência dos reis durante o período das consagrações.

o-que-fazer-em-reims-bate-volta-paris-palais-du-tau

Biblioteca Carnegie

Vale a pena entrar nessa biblioteca nem que seja bem rapidinho, para espiar. Ela nos traz uma linda arquitetura Art Déco, e a entrada é gratuita! Tem uma sala no térreo onde acontecem exposições. Está ao lado da Catedral.

Basílica de Saint-Remi

A segunda igreja de Reims está um pouco mais afastada do centro histórico e tem um visual diferente. É bem grandona e impressiona pelas proporções internas. Entrada gratuita.

Leia também: Quanto custa viajar para Paris – gastos detalhados por dia de viagem

o-que-fazer-em-reims-bate-volta-paris-basilica-saint-remi

Visita a uma Casa de Champagne (Maison du Champagne)

Esse é o ponto alto da visita a Reims, com certeza! Vários turistas vão pra lá apenas para visitar uma Casa de Champagne e fazer degustação do espumante mais famoso do mundo.

Reims é a cidade mais importante de Maine, a região onde o champagne original é produzido. Isso significa que as marcas mais importantes de Champagne tem os vinhedos espalhados por cidades de Maine e muitas de suas adegas estão em Reims.

Escolhemos visitar a Taittinger, uma das produtoras de champagne mais tradicionais da cidade. Sua Casa de Champagne está a 2 km do centro, do lado da Basílica de Saint-Remi. Fomos caminhando tranquilamente em meia hora.

Chegando lá, fizemos o tour guiado de 1 hora pelas incríveis adegas subterrâneas e depois degustamos 3 tipos de Champagne produzidos por eles.

o-que-fazer-em-reims-bate-volta-paris-champanhe-taittinger

Adoramos fazer esse passeio na Taittinger porque as adegas são um show de história: lá embaixo tem túneis construídos na época galo-romana, fragmentos de uma abadia do século XIII… A guia também explica sobre a produção do champagne e como é feito de maneira manual.

A degustação é a parte mais esperada e realmente foi uma delícia experimentar 3 tipos diferente de champagne da Taittinger! Tomamos um rosé, um reserva brut e por fim o produto estrela, o Comtes de Champagne Blanc du Blanc, que fica 10 anos descansando nas adegas antes de ser vendido.

Fizemos um post super detalhado sobre esse passeio e você pode ler aqui: Visita à Casa de Chapagne Taittinger em Reims (França).

Na cidade há outras casas de Champagne, como G.H.Mumm Champagne, Champagne Lanson, Champagne Canard-Duchêne, Champagne Pommery, Champagne Demoiselle e Veuve Clicquot.

Leia também: Categoria completa: DISNEY PARIS

Onde comer em Reims

Sabemos que tão importante quanto saber o que fazer em Reims são as dicas de restaurante!

Os restaurantes e cafés da cidade estão concentrados no centro histórico. Nós almoçamos no Sacré Burger, uma hamburgueria com preços justos. Eu escolhi um hambúrguer com queijo azul e cebola caramelizada, a Fabia foi no hambúrguer com queijo gouda e salada. A conta completa, contando os 2 hambúrgueres, batata frita e bebidas deu 36,00€. Endereço: 24 Rue de Tambour.

Um restaurante tradicional é o Café du Palais. Apesar de ter esse nome, não é uma cafeteria e sim um restaurante que oferece pratos e menus. Todos que comem por ali dizem ser de ótima qualidade. Um menu de almoço sai por 39,00€. Endereço: 14 Place Myron Herrick.

o-que-fazer-em-reims-bate-volta-paris-cafe-du-palais

Interior do Café du Palais

E por último, você não pode ir a Reims e deixar de passar na loja Maison Fossier, que fabrica os famosos biscoitos cor-de-rosa. Lá dentro você vai se deparar com vários tipos de docinhos açucarados – aproveite para provar as amostras antes de escolher qual vai levar! A loja existe desde 1756 e era o fornecedor oficial de biscoitos do rei Luis XIV! Endereço: 25 Cours Jean-Baptiste Langlet

o-que-fazer-em-reims-bate-volta-paris-maison-fossier-biscoitos

O que fazer em Reims – mapa com os pontos citados

Veja abaixo o mapa com todas as atrações mencionadas no artigo – “O que fazer em Reims”

E aí, tem alguma dica ou dúvida sobre o que fazer em Reims? Manda nos comentários! 😉 


Outros posts que podem te interessar:

– Visita à Casa de Champagne Taittinger, em Reims

– Como chegar em Reims saindo de Paris

– Visita ao Castelo de Chantilly, um lindo bate-volta de Paris

– Vale a pena comprar o Paris PassLib? 

– Quanto custa viajar para Paris – gastos detalhados por dia de viagem

– Categoria completa: DISNEY PARIS


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

O-que-fazer-em-Reims-franca

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars

Curta nossa página no Facebook!