Uma senha sera enviada para seu e-mail
MufBRlMeCuE

O que fazer em Maragogi – Roteiro e dicas

Maragogi é um destino que está cada vez mais popular, e não é para menos: praias lindas, piscinas naturais de água transparente e um clima sensacional. Maragogi fica na Costa dos Corais, no estado do Alagoas e é uma pérola do Nordeste brasileiro.

Nesse post reunimos todas as dicas, como chegar, nosso roteiro completo, onde ficar e o que fazer em Maragogi. Se prepare para aproveitar ao máximo esse lindo destino!

Como chegar em Maragogi

Há basicamente duas maneiras de chegar em Maragogi: de carro ou em um passeio fechado. Nós estávamos fazendo uma viagem pelo litoral de Pernambuco e Alagoas e alugamos um carro pela RentCars. Foi a melhor coisa que fizemos! Com o carro alugado tivemos muita liberdade e pudemos aproveitar Maragogi ao máximo.

Fomos da Praia dos Carneiros (PE) a Maragogi de carro, a viagem durou 1h30. Viajamos de noite e não recomendamos, porque a estrada é um pouco tensa, bem escura e sem muita sinalização. O GPS do Google Maps funcionou bem, mas será uma viagem mais tranquila se você for durante o dia.

Maragogi-Brasil-placa

Saindo de Porto de Galinhas são 88km, a viagem de carro dura mais ou menos 2h20. Saindo de Maceió são 129km e a viagem dura 3h.

A outra opção, que muita gente escolhe, é fechar um passeio saindo de Porto de Galinhas ou de Maceió para ficar um dia em Maragogi. Esses passeios incluem o transporte de van.

Nós não recomendamos porque achamos que Maragogi é o máximo e merece ser visitado com calma, indicamos pelo menos 2 dias completos por lá. E também porque esses passeios saem muito cedo, 4 ou 5 da manhã, fica muito corrido e cansativo.

O aluguel do nosso carro custou R$100,00 por dia. Conseguimos esse preço reservando na Movida pela RentCars, saiu mais barato que no balcão da locadora. Você também pode pesquisar nesse link aluguel de carro com descontos na melhores locadoras do Brasil.

Leia também: Como chegar em Maragogi saindo de Porto de Galinhas ou Maceió

O que fazer em Maragogi

Visitar as Piscinas Naturais – Galés/Taocas

O passeio principal de Maragogi são suas lindas piscinas naturais – conhecidas como Galés ou Taocas. Diferentemente das piscinas naturais de outras praias de região, elas não estão perto da praia.

Isso significa que o único jeito de chegar lá e de lancha, contratando um passeio. Na orla de Maragogi você será abordado por muitos guias querendo vender o passeio. Os preços vão de R$65 a R$85 por pessoa, sendo que todos os passeios são iguais.

Indicamos que você feche o passeio com algum guia que tenha agência física, para ter uma referência, ou na sua hospedagem.

Maragogi-piscinas-naturais-gales

Nós fechamos o passeio diretamente na recepção do Maragá Beach Hostel, onde ficamos hospedadas. O guia nos buscou no hostel no dia seguinte, na hora marcada e a lancha estava ancorada literalmente na frente do hostel, atravessando a faixa de areia. Recomendamos o serviço vendido pelo hostel.

O horário de saída dos passeios varia com a maré. Se a maré estiver mais alta do que 0.6 nenhum passeio sai. Por isso, para planejar sua viagem é importante ficar de olho na Tábua das Marés. No dia em que fomos o passeio saiu às 9h30 da manhã.

O caminho até as piscinas, de lancha, leva uns 15 minutinhos. A lancha vai rápido e balança um tanto. Chegando lá, ficamos deslumbradas com a paisagem! Os corais formam piscinas naturais de tons verdes e azuis, a água é cristalina e tem muitos peixinhos que nadam com você!

peixes-taocas-gales-piscinas-naturais-maragogi

Dica: se você tiver, leve máscara de mergulho e snorkel. Isso torna a experiência mais completa, para nadar pelas piscinas e observar as cores dos corais e peixes. Se você não tiver pode alugar diretamente com o guia que te levou até lá.

Os guias oferecem vários serviços nas piscinas como fotos subaquáticos, mergulho com cilindro… Esse assédio é um pouco chato, confesso. Não compramos nada porque preferimos ficar de boa, curtindo a natureza no nosso tempo. E levamos nosso snorkel e máscaras. Ficamos lá 1h30, foi maravilhoso!

A água é cristalina e com a maré baixa você pode caminhar entre as piscinas tranquilamente. A água estava batendo na cintura.

Maragogi-piscinas-naturais

As piscinas naturais de Maragogi parecem coisa de outro mundo!

Nós fomos bem cedo, o primeiro barco a chegar. Foi ótimo pois pudemos aproveitar muito, com poucas pessoas nas piscinas. E ao longo dessa 1h30 presenciamos o fenômeno da maré baixando, e assim os recifes foram aparecendo.

Quando a maré baixou tudo que ia baixar, nosso barco nos chamou para partir, porque eles ainda levariam um segundo grupo. Mas gostamos bastante de ir na primeira leva!

Visitar as outras praias

Se você estiver de carro terá a vantagem de poder visitar as outras praias de Maragogi, no seu tempo. A praia principal, de onde saem os passeios para as piscinas, é bonita mas não tão espetacular. A nossa dica é explorar as outras praias que estão próximas e são mais paradisíacas! Elas não estão longe uma das outras, indo de carro é rápido e fácil.

Maragogi-Praia

Praia do centro de Maragogi

Praia do Antunes

É uma praia que fica bem cheia nos fins de semana, mas tranquila durante a semana. Fomos em um sábado e não curtimos muito, tinha vários carros estacionados na faixa de areia e um clima de festa jovem que não era bem o que estávamos procurando.

Maragogi-Praia-do-Antunes

Barracas e estrutura da Praia do Antunes

Ali tomamos um açaí muito gostoso, na barraca do José, que era uma simpatia e trocou a maior ideia conosco (custou R$15,00).

Maragogi-Brasil-praia

Ponta do Mangue

Essa praia é bem mais tranquila e tem menos estrutura. Há algumas barraquinhas vendendo comida e bebida na faixa de areia, mas tudo é simples. Gostamos dessa praia, a água do mar estava morna e bem verdinha. Um bom lugar para tirar belas fotos!

Maragogi-Ponta-do-Mangue

Praia da Peroba

Oficialmente a última praia de Maragogi, tem menos estrutura ainda. Se você curte uma praia com pouquíssima gente e clima de paraíso perdido, a Praia da Peroba é pra você.

Maragogi-Brasil-Praia-da-Peroba

Visual paradisíaco na Praia da Peroba!

Mapa com as praias de Maragogi

Onde ficar em Maragogi

Como já mencionei indicamos ficar pelo menos 2 dias em Maragogi, para poder aproveitar com calma todas essas praias. Isso significa que você terá que ficar hospedado por lá pelo menos uma noite. Nós ficamos no Maragá Beach Hostel e adoramos.

Apesar de ser um hostel escolhemos um quarto duplo com muita privacidade. O café da manha era ótimo e a localização perfeita: pé na areia, em frente à praia de Maragogi.

onde-ficar-em-maragogi-maraga-beach-hostel-vista-praia

Essa é a vista do Maragá Beach hostel!

Nesse post você pode ler o review completo do Maragá Beach Hostel e dicas de outras pousadas e hostels ótimos em Maragogi.

Dicas de Maragogi

Apesar de ser um verdadeiro paraíso na terra, é preciso ter em mente que Maragogi é um povoado pequeno, que até pouco tempo não tinha turismo nenhum. Isso quer dizer que toda a cidade tem estrutura muito simples.

Por isso, uma das coisas mais difíceis por lá é escolher um bom lugar para comer. Na orla da praia existem vários restaurantes que são claramente para turista, caros e de qualidade baixa.

A nossa dica é o restaurante Lua Cheia Além do Prazer, onde pedimos um prato para 2 pessoas que vinha frango, arroz, feijão, farofa e salada por R$40.00. Era a mais pura comida caseira da vó. E bem servido.

Outra dica é já levar protetor solar e cosméticos porque as farmácias e mercadinhos de Maragogi não tem muita opção de produtos.

Maragogi-Praia-da-peroba-mar

Clima de copa do mundo na Praia da Peroba!

Para o passeio das piscinas naturais leve água, pois você ficará o tempo todo embaixo do sol e deve evitar risco de desidratação. Outra dica é levar um saquinho protetor de celular para não correr riscos. Melhor ainda se tiver daqueles especiais para fotografar os peixes embaixo da água.

Normalmente há dois preços para os passeios e inclusive produtos nas lojas: um pagando em dinheiro e outro, mais caro, pagando no cartão. A dica é se programar para levar dinheiro vivo e assim economizar um pouco.

Leia também: Quanto custa viajar para Maragogi – Gastos detalhados

E para finalizar, é muito importante ficar atento e praticar turismo responsável sempre que viajamos. Em Maragogi, isso é especialmente verdade, já que os arrecifes são frágeis! Olha abaixo as dicas para ser um turista joia:

Maragogi-turismo-consciente

Ficamos loucas para conhecer Maragogi quando vimos o post do blog Viagens Cinematográficas sobre o destino. Confira também: Viagens Cinamatográficas – dicas de Maragogi

Já foi para lá e quer adicionar alguma dica sobre o que fazer em Maragogi? Escreva para nós no campo dos comentários!


Outros posts sobre essa viagem:

– Onde ficar em Maragogi

– Quanto custa viajar para Maragogi – Gastos detalhados

– Como chegar em Maragogi saindo de Porto de Galinhas ou Maceió

– Categoria completa: Alagoas

– O que fazer em Porto de Galinhas: Roteiro e dicas

– Praia dos Carneiros: a praia mais bonita do Brasil

– Litoral de Pernambuco e Alagoas: Roteiro de 8 dias


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

o-que-fazer-em-maragogi-pinterest

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars

Curta nossa página no Facebook!