Uma senha sera enviada para seu e-mail

O que fazer em Santos – litoral sul de SP

Santos está ao ladinho de São Paulo, a apenas 72 km de distância e é um destino praiano bacana com muita coisa para fazer. Fugir pra Santos em um feriado prolongado é uma boa pedida.

Além de curtir as praias, tem bastante coisa turística pra fazer na cidade e misturando doses de mar e turismo, aconselhamos no mínimo 4 dias. A cidade é muito bem sinalizada, os ônibus têm wi-fi que funciona muito bem e as opções gastronômicas são variadas.

Onde ficar em Santos

Ao escolher a hospedagem em Santos, é importante optar por um bairro central ou que esteja na orla da praia. Abaixo separamos algumas ótimas opções de hotéis em Santos, para todos os estilos de viajantes e bolsos:

O que visitar em Santos

Orla da praia

Sua orla arborizada está no Guinness Book of Records, com 5 km de jardins e ciclovias. Legal mesmo é que a infra estrutura é ótima, com inúmeros banheiros públicos limpos, chuveiros, fraldários, áreas recreativas infantis.

Começando pelo Emissário – Parque Municipal Roberto Mario Santini, que fica na altura do Canal 1, pode-se visitar a escultura de Tomie Ohtake, e desfrutar opções de práticas esportivas: pista de skate, ciclovia, mesas para jogos e arquibancada para as competições de surf.

O problema do Emissário é que é um espaço sem árvores, então em dias com muito sol não tem nenhuma sombra pra se refugiar.

o-que-fazer-em-santos-emissario-tomie-ohtake

Escultura de Tomie Ohtake no Emissário – Santos

Caminhando uma quadra pra dentro da cidade, ainda no canal 1, você chegará ao Orquidário, um espaço que reúne animais e muitas plantas. Dá pra ver cutias correndo e comendo soltas, pavões e aves. Outros bichinhos estão presos como num zoológico.

As lontras são atração mas elas tem hábitos noturnos, então é difícil vê-las por ali (ficamos tristes, queríamos conhecer as lontras!). Há uma estufa com diversos tipos de orquídeas, caminhos com lagos e fontes e playground para as crianças.  Em 40 minutos é possível percorrer o Orquidário inteiro.

As entradas inteiras custam R$5,00 (há uma opção de entrada que une Orquidário + Aquário e custa R$ 8,00. Recomendamos fortemente comprar esse, porque a fila do ingresso do Aquário pode levar horas e no Orquidário é muito rápido de comprar. Comprando esse ingresso você tem até 30 dias para visitar o Aquário).

o-que-fazer-em-santos-orquidario

Orquidário de Santos

Voltando para a avenida da praia, você pode caminhar pela Orla de Santos em direção à ponta da praia (Canal 7). Você vai passar pelo Cine Arte Posto 4, a gibiteca Marcel Rodrigues Paes, a biblioteca Mário Faria além de uma série de esculturas, fontes, um bonde que serve de centro de informações turísticas e vários quiosques de comida e bebidas.

o-que-fazer-em-santos-orla-praia

Orla de Santos

Logo depois do canal 6, você chegará ao Aquário de Santos. Em alta temporada as filas para comprar o ingresso ficam enormes e o aquário está sempre lotado.

Nós não somos as maiores fãs de aquários e zoológicos porque temos dó dos bichos presos, ainda mais em ambientes pequenos (os tubarões parecem encurralados, e os pinguins parecem morrer de calor). Mas de qualquer forma é uma atração turística importante da cidade de Santos. Lá você verá enorme quantidade de peixes, um casal de cavalos marinhos, pinguins, tubarões e até um leão marinho grandão.

o-que-fazer-em-santos-aquarios

Tartaruga e Pinguins no Aquário de Santos. As fotos são da Cláudia Fonseca, que tava conosco.

Na Ponta da Praia, está o Deck do Pescador, que funciona 24 horas e é um ponto estratégico para ver o pôr-do-sol e, como o nome diz, pescar!  Tem também o mercado de peixes, caso você esteja inspirado a cozinhar.

Não visitamos, porém mais pra frente na orla existem também o Museu Marítimo do Porto, Museu da Pesca e Museu do Mar. Para os fãs de futebol, ha também o Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube.

Centro Histórico de Santos

Começamos o passeio pela Bolsa do Café, hoje um museu onde é possível aprender sobre o grão, seu cultivo, sua história e conhecer o local onde o café era negociado na cidade de Santos, em seu tempo áureo. Há uma lanchonete, com quitutes gostosos. O prédio é bem bonito. Aos sábados a entrada é gratuita. Nos outros dias a inteira custa R$ 6.

o-que-fazer-em-santos-bolsa-do-cafe-museu

Bolsa do Café / Museu do Café

Sobre esse local, indicamos o post do blog Mulher Casada Viaja: Museu do Café em Santos

Seguimos para fazer o Passeio de Bonde pelas ruas do centro. Os antigos motorneiros (que dirigiam o bonde) e os condutores (os cobradores) trabalham lá explicando sobre os bondes. Coisa mais fofa esses vovôs. Os bondes restaurados são super antigos.

O nosso era do século retrasado e era puxado originalmente por burros! Muito legal experimentar um passeio nessas relíquias santistas. O trajeto tem cerca de 5 km e dura 40 minutos. O preço R$6 e R$3 a meia.

o-que-fazer-em-santos-bonde-turistico

Bonde Turístico – Santos

Nesse passeio vimos diversos lugares, entre eles o prédio da Alfândega e o conjunto do Carmo que são duas igrejas barrocas coladas, um patrimônio nacional desde 1940. No Segundo domingo do mês tem canto gregoriano nessa igreja, na missa das 11h.

O ponto de embarque e desembarque dos bondes é na Praça Mauá onde fica também a prefeitura (Palácio José Bonifácio). A Praça Mauá é o marco zero de Santos.

o-que-fazer-em-santos-praca-maua

Praça Mauá

Depois caminhamos pelos casarões do Valongo, passamos pela Casa de Fronte Azulejada com seus 1200 azulejos em alto relevo, o Santuário de Santo Antonio do Valongo, datado de 1640. Do lado dele fica a antiga estação do Valongo, inaugurada em 1867 para receber a primeira locomotiva a vapor.

Hoje funciona no local a Estação Bistrô, um restaurante escola para a comunidade carente de Santos. Almoçamos ali e experimentamos o tradicional prato local Meca Santista, que além do peixe, acompanha risoto de palmito pupunha, camarões e farofa de banana. Do outro lado da rua da estação, está o  Museu Pelé.

o-que-fazer-em-santos-comida-meca-santista

O tradicional prato Meca Santista

Faltou ainda visitar Mont Serrat. No alto do monte fica a Capela de Nossa Senhora do Monte Serrat, que é padroeira da cidade, e tem o antigo cassino de Mont Serra, onde hoje acontecem eventos. A vista lá de cima vale a pena. Para subir pegue o Bondinho. Porém, custa R$ 30,00 ida e volta. Se tiver disposto, use a opção gratuita, a escadaria com 402 degraus.  Vale para ver a representação da via sacra.

De 2 de janeiro a 1 de março de 2015 está rolando o busão turístico Roda SP, que passa por diversas praias do litoral sul paulistano.

o-que-fazer-em-santos-orla-panoramica

Panorâmica da orla de Santos

Leia também o post do pessoal do blog Viagens e Caminhos: 30 pontos turísticos em Santos.


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

santos pinterest

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars

Curta nossa página no Facebook!