Uma senha sera enviada para seu e-mail

GuestToGuest – como viajar barato trocando casas

Em muitos destinos, a hospedagem é o que mais pesa no orçamento da viagem. Hoje vamos falar do GuestToGuest, uma nova plataforma de troca de casas que está fazendo sucesso na Europa.

Usamos o GuestToGuest pela primeira vez para a nossa viagem de Carcassonne e a experiência foi bastante positiva – além de tornar toda a viagem bem mais barata! Nesse post vamos explicar como funciona e como foi pra nós.

ATENÇÃO! Recomendamos sempre viajar para fora do Brasil com Seguro Viagem.
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

GuestToGuest – como funciona

O GuestToGuest é uma plataforma onde pessoas físicas anunciam suas casas para que outras possam se hospedar. Está presente em 187 países e a plataforma já passou das 400 mil casas! Existem duas opções: ou os anfitriões trocam casas entre si ou a hospedagem é paga através de pontos que os usuários acumulam na plataforma (guestpoints).

Para acumular os pontos você pode comprá-los ou oferecer a sua casa e receber pessoas. Quanto mais você disponibilizar sua casa, mais pontos terá. Logo que você se inscreve e se verifica no site também ganha uma quantidade inicial de pontos. A verificação tem um custo de 25€. Ao indicar amigos para participar você também ganha assim que seu amigo preencher o perfil dele.

É muito fácil de fazer um perfil pra você e pra sua casa. É só entrar nesse link, clicar no botão vermelho JUNTE-SE A NOSSA COMUNIDADE e preencher todos os campos. Você já vai ganhar 100 guestpoints por se cadastrar.

A diferença do GuestToGuest pro Airbnb é que no caso dessa nova plataforma você precisa ter sua casa anunciada também. É claro que você escolhe os dias em que está disponível para hospedar alguém, mas você não pode ser apenas um viajante sem oferecer sua casa.

Depois de ter o perfil criado, você já pode começar a procurar hospedagem. Na busca você faz a procura por cidade. Verá que algumas casas estão disponíveis apenas por troca de casas e outras aceitam pontos. Vai depender de cada anfitrião.

No perfil de cada casa você verá um calendário marcando as datas em que está disponível para troca recíproca ou para receber convidados em troca de pontos. Tem gente que só está interessada em trocar casas, num esquema de economia colaborativa mesmo.

Alguns apartamentos valem mais pontos do que outros, dependendo da localização e tamanho da casa. O próximo passo é entrar em contato com os anfitriões de casas que te interessam.

Nesse contato, pelo site, você deve se apresentar, informar as datas da viagem e perguntar se a casa está disponível. O anfitrião pode te fazer perguntas. Logo, se ele aprovar seu pedido, vocês tem que combinar a entrega das chaves e outros detalhes.

E para se comunicar em idiomas diferentes, como faz? O site tem um tradutor muito bom que funciona bem. Nós usamos e foi eficiente.

Esse é o calendário onde você pode ver a disponibilidade das casas

Quanto custa se hospedar no GuestToGuest?

Além dos pontos solicitados por cada anfitrião, cada noite custa 10,00€, um valor fixo que inclui o seguro e assistência 24 horas caso aconteça algum imprevisto. Não importa se o número de pessoas hospedadas será 1 ou uma família de 5. O preço é por noite e não por pessoa. O valor será cobrado apenas na finalização da troca.

Com esse serviço, o GuestToGuest auxilia com qualquer incidente. Por exemplo: se ocorrer algum problema na hora da entrega das chaves, se a casa não corresponder ao anunciado, se você disponibilizar sua residência e algo for roubado ou danificado.

GuestToGuest é seguro?

Uma coisa muito importante é a segurança nesse tipo de troca de casas. Você não quer ter nenhuma surpresa desagradável nem arriscar voltar de viagem e encontrar sua casa destruída. Por isso, o GuestToGuest oferece seguro, verificação de usuários e caução.

Esse último ponto é bem importante! No momento em que você confirmar a troca de casas, eles deixarão um valor caução cobrado no seu cartão de crédito. Depois que sua hospedagem acontecer e o anfitrião sinalizar na plataforma que foi tudo bem, eles te estornam o valor.

A caução e o seguro  garantem tranquilidade para quem oferece a casa no GuestToGuest. De qualquer maneira, não deixe na casa objetos de valor, como joias ou dinheiro. Você pode trancar num cômodo separado.

Como definir o valor da sua casa?

No momento que preencher o perfil, o sistema vai sugerir um número de pontos baseado no número de camas,  localização e equipamento listado. Mas vale você dar uma olhada em outras casas parecidas com a sua e ajustar o número de pontos se necessário. Nós mesmas achamos melhor abaixar um pouco o valor sugerido pro nosso apartamento.

Como foi a nossa experiência no GuestToGuest

Nossa primeira experiência no GuestToGuest rolou em julho de 2018, quando fomos para a bela cidade francesa de Carcassonne. Já estávamos com o nosso perfil pronto há algum tempo e pensamos que essa seria uma boa viagem para testar.

Leia também: o que fazer em Carcassonne – Roteiro e dicas

Começamos a buscar apartamento e encontramos 3 que nos interessaram. Demos sorte, porque logo com a primeira anfitriã que conversamos rolou a troca! Ela é uma senhora super simpática que estaria viajando nas datas em que estaríamos em Carcassonne e por isso sua casa estava disponível. Nós utilizamos os pontos que ganhamos no momento da nossa verificação.

Por coincidência ela estava por Barcelona uns dias antes da nossa partida e combinamos de pegar a chave com ela, em pessoa. Se não fosse assim, ela teria que deixar a chave com alguém de confiança lá em Carcassonne.

Ao chegar na cidade, abrimos o Google Maps que nos guiou até a casa que seria nossa hospedagem por duas noites. Confesso que a sensação de entrar na casa de outra pessoa é um pouco estranha.

Normalmente quando você aluga pelo AirBnb os anfitriões tem o quarto ou apê completo preparado apenas para alugar a terceiros. Nesse caso do GuestToGuest não, ficamos na casa em que a senhora realmente morava, com todas as suas coisas lá.

Passados os 10 minutos iniciais essa sensação foi se dissolvendo. Na cama do quarto dela, onde dormimos, já nos esperavam roupa de cama lavada e um kit de toalhas limpas. A casa era bem grande e confortável. O quarto muito bom, banheiro também… Sem reclamações para as instalações!

A grande vantagem de estar hospedada em uma casa do GuestToGuest é que você tem o local inteiro pra você, pode usar a cozinha e áreas comuns… Jantamos e tomamos café da manhã em casa, o que deixou toda a viagem ainda mais barata.

No último dia demos uma geral nas partes que usamos, limpamos cozinha, quarto e varremos o chão pra deixar tudo arrumado. Você tem que deixar a casa como encontrou. Tínhamos levado um presente para a anfitriã aqui de Barcelona. É só uma lembrancinha, mas uma maneira de agradecer por ela abrir a casa dela para nós.

É sempre bom combinar com o anfitrião se você pode consumir coisas da casa, por exemplo, os temperos para cozinhar e alimentos que estão na geladeira. Quando encontramos nossa anfitriã ela disse que tinha um vinho na geladeira e que nós deveríamos tomar para começar bem a hospedagem 🙂  Que fofa!

Combinamos como faríamos para deixar a chave lá e, depois de 2 dias explorando a linda Carcassone, pegamos nosso ônibus de volta para Barcelona. No geral a experiência foi boa e com certeza repetiremos em outros destinos!

Leia também: Hotel ou Airbnb – qual é a melhor opção de hospedagem?


ATUALIZAÇÃO:
Tivemos mais duas experiências depois. Uma em Paris e outra em Bilbao. Em Paris tivemos problema. A anfitriã era possivelmente maníaca por limpeza e deixou um review ruim de nós, dizendo que deixamos o apartamento muito sujo, coisa que não é verdade. Passamos horas limpando antes de sair, lavamos banheiro e cozinha, aspiramos todo o apartamento… Entregamos limpo. E ela deixou review com notas baixas para tudo, incluindo confiança e educação (???).

Ficamos muito, mas muito bravas e sem entender nada. E com raiva de nós mesmas por nem termos comentado que o aquecedor de água quebrou e ficamos sem água quente um dia. Ou que os lençóis que ela deixou eram muito velhos e rasgaram e para não termos problemas compramos novos, sem ser nossa culpa e ainda assim ela deixou um review péssimo. Quase desistimos de usar a plataforma.

Como já tínhamos outra troca agendada, resolvemos dar outra chance e foi ótimo. Ficamos no apartamento de um casal em Bilbao e tudo correu bem. Super simpáticos e atenciosos. Enfim, ninguém está livre de pegar alguém doido, né?

Ainda não tivemos nenhum hóspede aqui em casa, apesar de termos datas abertas na plataforma. Muita gente pergunta para nós sobre datas em que o apê não está disponível, então por enquanto estamos esperando alguém que venha nas mesmas datas em que estaremos viajando por aí.

Algumas dicas

  • Mande mensagem para vários anfitriões na mesma cidade. Isso porque, muitas vezes, o calendário está aberto mas na verdade ele te dirá que as datas não está disponíveis, ou pode não te aceitar, demorar pra responder…
  • Inicie a busca com antecedência. Quanto antes você começar a conversar com anfitriões, melhor. Normalmente leva uns dias para combinar tudo e fechar uma troca.
  • Leia as avaliações de outros usuários sobre aquela pessoa e casa antes de fechar negócio. Assim você evita perrengues.
  • Quando for oferecer sua casa, coloque fotos e descreva de maneira detalhada e honesta, o que tem por perto (restaurantes, supermercado, transporte público, atrações turísticas)
  • Se tiver mais dúvidas dê uma olhada no FAQ do site oficial: FAQ – GuestToGuest

O GuestToGuest está bombando aqui na Europa e é uma boa alternativa para quem quer viajar barato. Pesquisando as cidades europeias, tem muita opção de hospedagem. No Brasil ainda tem menos opções disponíveis mas a tendência é as pessoas descobrirem a plataforma e aumentar bastante o número de participantes.

Já utilizou o Guest to Guest e quer contar sua experiência ou ficou com dúvidas? Escreva no campo dos comentários!

Ps:Fomos convidadas pelo GuestToGuest para testar a plataforma, mas não se preocupe! Aqui no ESTRANGEIRA nós só contamos experiências verdadeiras que tivemos e damos nossa opinião sincera. As políticas do blog podem ser consultadas na aba “Sobre” do menu!


Outros posts que podem te interessar:

– Como ganhar dinheiro com turismo: Economia Colaborativa

– 5 dicas para economizar em Barcelona

– 6 dicas de hostel em Paris bom e barato

– Categoria completa: França


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

GuestToGuest-viajar-barato-troca-casas

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars
Compre chip de celular internacional com a Chip de Viagem
Compre passagens aéreas com muito desconto com a Passagens Promo

Curta nossa página no Facebook!