Como lidar com a diarreia na viagem – dicas pra sobreviver à caganeira

Pode ser que você já esteja cagando de rir só de ler o título desse post. Mas apesar de engraçado, o assunto é sério! Vou dar todas as dicas de como lidar com a diarreia na viagem para sobreviver à caganeira nacional ou internacional.

Provavelmente você está aqui porque está passando por aperto (ou soltura) nesse exato momento, ou quer se prevenir para não deixar sua próxima viagem ir privada abaixo. A diarreia em si já é ruim, na viagem é ainda pior, mas pra tudo há solução!

Eu posso falar desse assunto com muita propriedade porque infelizmente, sofro muito de diarreia nas viagens pelo Brasil e mundo afora. Quase todas as vezes que eu vou para uma cidade distante ou outro país tenho um episódio de caganeira.

Muitas vezes apenas pelas bactérias da água serem diferentes e seu organismo não estar acostumado, vai rolar um desarranjo. Quando mudamos para Barcelona levamos várias semanas para nos adaptarmos. Tínhamos que usar água mineral até para cozinhar no princípio.

Já passei por leves desajustes causados pela comida ou pela água usada para cozinhar os alimentos e em outros momentos foram infecções alimentares mais sérias, daquelas que parece que você vai morrer de dor e a diarreia vem acompanhada de vômitos e febre.

O fato é que com tanta experiência deixando a minha marca por aí, não poderia deixar de dar todas as dicas. Calma, vai ficar tudo bem! Abrace o rolo do papel higiênico e continue lendo. Nesse blog cocô não é tabu.  :)

diarreia-na-viagem-banheiros

Diarreia na viagem – acione o seguro viagem!

Se você vai viajar para qualquer lugar fora do país e não faz seguro viagem já estará fazendo a PIOR CAGADA do mundo. Muitas vezes a diarréia na viagem é causada por bactérias ou vírus nos alimentos ou água do novo local.

Nem sempre você consegue controlar a procedência do que vai comer quando está viajando, mesmo indo em restaurantes bons você pode dar um azar. E se a coisa não é um episódio isolado de diarreia e vem acompanhada de dor forte, vômitos, fraqueza ou febre, é caso de pronto socorro.

Sem o seguro viagem essa visitinha ao hospital vai sair BEM cara. Ao acionar o seguro você irá falar com um atendente que te dirá qual hospital mais próximo para ir. E normalmente a equipe já está lá te esperando, é rápido e fácil. Sem falar que muitos seguros ainda reembolsam remédios!

diarreia-na-viagem-dor-seguro

Juntando eu e Fabia que escrevemos esse blog, já tivemos que acionar Seguro Viagem no Egito, Espanha, Bolívia, Inglaterra, Estados Unidos e Malta. E em todas essas vezes fomos bem atendidas por hospitais ótimos, com equipes rápidas e atenciosas. Ufa!

Em uma das vezes (na Bolívia), eu estava passando tão mal e tão fraca pra sair que o seguro mandou um médico no meu quarto de hotel! Ele me examinou e me prescreveu antibiótico. Isso foi um alívio tremendo!

Para adquirir seu seguro viagem é fácil (e barato!). Nós recomendamos pesquisar preço no site da Seguros Promo, que compara preços de diversos seguros e te diz o melhor custo-benefício para a sua viagem.

Em termos de marcas, já testei várias. A minha favorita é a GTA, mas ultimamente o preço dela anda alto. As mais baratas Travel Ace e Assist Card também funcionaram bem, não tenho reclamações.

Clique aqui para pesquisar preços e adquirir seu seguro viagem com a Seguros Promo. Use nosso código especial ESTRANGEIRA5 e ganhe 5% de desconto em qualquer plano!

Leia também: Seguro Viagem – fazer ou não fazer?

diarreia-na-viagem-aliementos-comida-agua

Diarreia na viagem – tome probióticos

A segunda dica são os probióticos. A gente já costuma levar probióticos nas viagens, mas se você não tiver, pode passar em qualquer farmácia para comprar. São bactérias boas que regulam a nossa flora intestinal e quando temos caganeira normalmente perdemos uma boa parte delas. Tem que repor pra você melhorar!

É vendido sem receita, porque é considerado um medicamento natural. No Brasil as marcas mais famosas são Floratil e Repoflor (já posso dizer que sou a cliente principal de ambas, vou te contar). Não é barato, mas vale a pena.

No exterior peça probióticos para o farmacêutico, explique a situação e ele vai ter dar algum semelhante. Preste atenção à posologia indicada na bula – aliás, sempre leia a bula antes para ver as contra-indicações, né?!

Na viagem pela América do Sul, quando a Fabia ficou muuuito ruim e destruiu toda a flora dela, a médica receitou tomar dois comprimidos de Floratil a cada 6 horas. Uma quantidade cavalar, mas porque a situação era crítica. Por isso é importante passar por um médico para ver a dosagem necessária conforme o caso.

Se for um episódio mais suave, você vai ver como em pouco tempo as coisas lá embaixo voltarão à normalidade. Se for mais forte, como eu mencionei no post anterior, você provavelmente terá que combinar com a visita ao pronto socorro e com outros remédios indicado pelo médico.

Se você terminar com dor de estômago também, faça um chá de espinheira santa. É uma folha que você encontra em lojas de produtos naturais. É milagrosa. Uma ou duas xícaras e adeus dor de estômago.

diarreia-na-viagem-remedios

Diarreia na viagem – se hidrate muito!

Quando estamos viajando normalmente temos um cronograma apertado de coisas para visitar e fazer, e às vezes não podemos deixar de ir no passeio por causa de uma diarréia. Mas é importante demais: se hidrate muito!

Você vai precisar repor a água que foi esgoto abaixo para não piorar o seu quadro. Muita água mineral engarrafada sempre. Água de coco é outra super aliada se você tiver acesso a ela, além de ser uma delícia.

Isotônicos tipo gatorade podem ser uma boa para repor os sais minerais mas você tem que tomar com muita parcimônia porque se tomar demais pode sobrecarregar os rins. Na dúvida, vai água mesmo.

Preparar soro caseiro ou tomar os soros que você compra na farmácia para esses casos também são aliados. A receita do soro caseiro é a seguinte:

– 1 litro de água
– 1 colher de sopa de açúcar
– 1 colher de chá de sal

diarreia-na-viagem-agua

Diarreia na viagem – alimentação leve e segura

Uma das partes mais chatas de ter um piriri durante a viagem é ter que se privar de alguns alimentos. Se você estiver bem mal, não poderá comer todas as delícias locais por alguns dias, sinto muito.

Evite frituras, alimentos de difícil digestão como carnes vermelhas, coisas muito picantes ou temperadas, refrigerantes, doces… Tudo que for forte ou diferente demais deve ser evitado nesse momento. Dê preferência a sopas e caldos, batata, pães leves, biscoito água e sal, tapioca…

Outro ponto importante é tentar comer em locais que usam alimentos de boa procedência (sei que isso é difícil, mas…). Barraquinhas de rua não são o melhor lugar pra comer se você está mal – eu sei, às vezes é difícil evitar, mas só até melhorar!

E por último: não beba água da torneira! Mesmo se você estiver em um país onde as pessoas tomam água da torneira porque ela é potável para consumo, em caso de caganeira é melhor comprar água mineral engarrafada.

Diarreia na viagem – leve seu rolo de papel higiênico

Nessa hora o rolo de papel higiênico tem que ser seu melhor amigo. Nunca saia da sua hospedagem sem um rolo de papel na mochila ou bolsa. Você nunca sabe quando vai dar aquela vontade incontrolável.

Nem sempre os banheiros do Brasil e mundo à fora têm papel higiênico e quando a necessidade vem não dá tempo de ficar escolhendo. Descobrir que não tem papel depois que a arte está feita é desesperador!

Diarreia na viagem – sempre tenha banheiros à vista

Ao entrar em estabelecimentos, restaurantes ou barcos, já se informe sobre os banheiros. É importante saber onde eles estão, para poder ir rápido se algo ruim acontecer.

Se você estiver fazendo um passeio guiado a pé ou uma rota pela estrada, avise o guia da sua condição intestinal. É chato e dá vergonha, eu sei, mas é importante que o guia saiba porque se você passar mal ele vai te ajudar. Além do que normalmente os guias tem dicas espertas de banheiros escondidos nos rolês.

Se você estiver viajando acompanhado, crie um sinal com seu parceiro ou amigo de confiança. O sinal de alerta! Quando você sentir que um desastre pode estar a caminho, faça o sinal e essa pessoa também vai correr para te ajudar como puder.

diarreia-na-viagem-hospital

Tem mais dicas de sobrevivência à caganeira na viagem? Deixe nos comentários! :)


Outros posts que podem te interessar:

– É necessário fazer Seguro Viagem?

– Fiquei doente durante a viagem – e agora?

– Como o coletor menstrual mudou minha vida de viajante

– Banheiros públicos em Nova York – um guia para moças limpinhas

– Como utilizar os banheiros públicos em Paris

– Minha estranha experiência em um banho público japonês


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars
Compre chip de celular internacional com a Viaje Conectado
Compre passagens aéreas com muito desconto com a Passagens Promo

Curta Estrangeira no Facebook!