Uma senha sera enviada para seu e-mail

Tudo o que você tem que fazer para mudar de país

Muita gente nos escreve com diversas dúvidas sobre o que fazer para mudar de país. Quais são os processos burocráticos? Em quais países posso morar? Como ficar legal no estrangeiro? Como organizar a parte prática da mudança?

Resolvemos então escrever esse post para responder essas perguntas e te dar aquele empurrãozinho para sair do Brasil. Se você é uma daquelas pessoas que está doida para tentar a vida fora leia o nosso passo a passo!

Fizemos um vídeo contando a nossa experiência de quem já morou fora (Londres e Barcelona), além de falar da parte prática já que também estamos de mudança novamente para a Espanha. Você pode começar assistindo ao vídeo!

Em quais países um brasileiro pode morar?

Se você quer mudar de país sabe que primeiro tem que escolher para qual país quer ir, certo? O primeiro passo é descobrir onde você pode morar legalmente. Para começar não recomendamos que ninguém viva ilegal em um país estrangeiro. Nós nunca correríamos esse risco e desaconselhamos que alguém corra. Ao ser ilegal você viverá uma vida difícil, sem direitos e literalmente fora-da-lei.

Na maioria dos países a pena para imigrantes ilegal é a deportação e em alguns você pode ser preso. Ou seja, antes de tudo descubra em quais países você pode morar legalmente!

Europa (países da União Europeia)

A maioria das pessoas nos pede informações sobre morar legalmente na Europa. Nesse post, com Europa queremos dizer países membros da União Europeia. Para os outros países do continente europeu a burocracia varia… Pesquise especificamente o país em que você quer morar. Veja a lista de países membros da União Europeia aqui: https://europa.eu/european-union/about-eu/countries/member-countries_pt

Um brasileiro pode morar na União Europeia se:

  • Obtiver cidadania de algum dos países membros.
  • Obtiver visto de estudante ou de trabalho antes de ir (válidos por tempo específico determinado pela duração do curso/contrato).
  • For casado/a com cidadão europeu e pleitear o visto de residência (é preciso comprovar o casamento e renda, um processo complexo e que varia de país para país)

Leia aqui nosso post com dicas para morar na Espanha

Leia aqui nosso post sobre o processo de conseguir a Cidadania Italiana em 18 Meses

Estados Unidos, Canadá e Austrália

Esses países também tem processos burocráticos para que você more em algum deles legalmente. A cidadania garante a possibilidade de viver por lá. Outros processos devem ser pesquisados nos consulados de cada país.

América do Sul

Como brasileiro você pode morar legalmente em qualquer país que seja membro do Mercosul. O processo não é automático, você precisa apresentar documentos e comprovar renda (o processo também varia em cada país). Mas teoricamente é a maneira mais fácil de você morar fora se não obtiver cidadania européia, americana, etc.

São membros do Mercosul: Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai e Peru. Bolívia e Chile são Estados Associados.

O Acordo sobre Residência para Nacionais dos Estados Partes do Mercosul é o que permite que pessoas de um país membro mudem para outro país membro.

E o resto dos países do mundo, Gabi?

Ah, gente, cada país nesse mundão de meu deus tem regras e processos específicos… Não posso listar todos pra vocês então minha dica é fazer pesquisas específicas para cada país que te interessa – inclusive sobre esses países que eu mencionei rapidamente, tá?

No blog Tripping Unicorn nós e outros blogueiros que moram no exterior contamos nossas experiências e prós e contras de cada país nesse post: Como é viver no Exterior?

Antes de mudar de país escolha seu destino!

Antes de mudar de país escolha seu destino!

ATENÇÃO! Recomendamos sempre viajar para fora do Brasil com Seguro Viagem.
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Tenha uma reserva de dinheiro antes de ir

Esse é um tópico polêmico que desagrada muita gente. Mas eu me sinto na obrigação de ser honesta e de dar a minha opinião sincera pra você. Não podemos ser hipócritas e é preciso reconhecer o privilégio que uma pessoa que pode morar fora tem. Em um país como o Brasil poucos são aqueles que tem o privilégio sequer de planejar mudar de país, seja para onde for.

Privilégio reconhecido, vamos para a parte prática: na minha opinião você deve ter uma boa reserva de dinheiro antes de ir. Sei que cada caso é um caso, mas eu optei por fazer isso para me sentir mais tranquila. Fui juntando na poupança antes de me mudar.

Por mais que você esteja mudando para um país de primeiro mundo, cheio de oportunidades de emprego, com todos os papéis para ficar legalmente por lá ainda assim pode demorar para você arranjar um emprego que te sustente.

Além disso você tem que pensar nos gastos iniciais de uma mudança grande: você vai ter que pagar as passagens, as bagagens extras, fiança do aluguel + seguro + documentação, taxas e impostos diversos, contratação de todos os serviços… É importante estar preparados para imprevistos quando você está em outro país, não acha?

Como diria Rihanna: "Bitch, better have my money!"

Como diria Rihanna: “Bitch, better have my money!”

Prepare seus documentos

Para mudar do país você terá que preparar uma série de documentos seus que serão usados em diversas etapas – tanto aqui no Brasil para solicitar os vistos quanto lá no país estrangeiro para legalização e ações práticas burocráticas. Novamente: pesquise no consulado dos países quais são os documentos essenciais para todos os processos.

Tradução juramentada de documentos

Não basta levar os documentos originais brasileiros. Será preciso traduzi-los para que eles sejam entendidos em países que não falam Português. A maioria dos países pede mais do que uma tradução simples: é necessário fazer a tradução juramentada desses documentos.

Essas traduções são feitas por tradutores específicos que são autorizados por lei para fazer isso. Essa é a maneira de autenticar que a tradução está correta.

Legalização de documentos

Além da tradução juramentada você precisará legalizar os documentos para que eles sejam reconhecidos no exterior. Isso pode ser feito pelo Ministério das Relações Exteriores e/ou pelo consulado do país de destino. Novamente pesquise no consulado, alguns países pedem a legalização pelos dois órgãos! Site do Ministério da Relações Exteriores com o passo a passo para legalização de documentos: http://eresp.itamaraty.gov.br/pt-br/legalizacao_de_documentos.xml

Alguns países pedem um processo diferente, chamado Apostila de Haia. É mais simples, feito em cartório no Brasil. Mas escrevemos um post com todo o passo a passo e preços para você enteder melhor, confira aqui: Apostila de Haia: o fim da legalização consular?

Não tem jeito, para mudar de país prepare a papelada!

Não tem jeito, para mudar de país prepare a papelada!

Observação: todos esses processos são caros então prepare o bolso!

Deixe uma procuração para alguém de confiança no Brasil

Essa dica é ótima! Antes de ir, deixe uma procuração de amplos poderes para que alguém de sua confiança resolva problemas em seu nome. Podem ser familiares ou outra pessoa próxima em quem você confia.

Com essa procuração tal pessoa poderá assinar e receber documentação em seu nome, resolver diversas burocracias e também problemas no banco. Acredite, banco é o que mais dá problema quando você está fora…

Essa procuração pode ser feita em qualquer cartório de registro civil e normalmente tem validade de 2 anos.

Antes de ir, resolva coisas de banco

Como eu acabei de mencionar banco é a maior dor de cabeça quando você mora fora.

Pense se vale a pena manter a sua conta aberta aqui no Brasil ou não. Se você for manter, nossa dica é estabelecer um diálogo pessoal e claro com o seu gerente. Se ele/ela for camarada poderá te ajudar com diversos problemas que podem ocorrer (erros em transferências, bloqueios de contas e cartões, coisas de ordem prática como mudança de senha, token e bankline…).

Além disso vale perguntar para seu gerente se o banco aceita a procuração que eu citei no ítem anterior ou se eles exigem uma segunda procuração específica feita pelo próprio banco e assinado por todas as partes.

Imagina se os "problemas" no banco fossem assim? É... não são. :(

Imagina se os “problemas” no banco fossem assim? É… não são. 🙁

Cancele os serviços no Brasil

Parece óbvio, mas é importante. Cancele todos os serviços que você tem contratado aqui no Brasil. Internet, TV, telefone, Netflix, celular (se você não quiser manter o número do Brasil, claro). Pense em coisas como devolver o apartamento/casa se for alugado ou colocar pra vender ou alugar se a propriedade for sua.

É bom fazer isso algumas semanas antes da mudança, se possível. É ruim ficar sem serviços mas é pior ainda quando eles não cancelam (mesmo você implorando para cancelar) e ter que ficar pagando cobranças e tentando resolver tudo de outro país.

Desapegue da maioria das suas coisas no Brasil: jogue fora, doe, venda!

Muitas pessoas tem dificuldade em desapegar das coisas. A verdade é: se você quer mudar de país será obrigado a desapegar da maioria das suas coisas materiais aqui do Brasil. Mesmo que você leve coisas em contêiner/navio/malas extras ainda assim não vai ter como levar absolutamente tudo o que tem. O que fazer com roupas, sapatos, livros, CDs, móveis e eletrodomésticos?

  • Jogue no lixo o que está velho, quebrado, em mau estado. Sem dó, apenas jogue e seja feliz!
  • Doe o que está em bom estado mas não o suficiente para ser vendido. Tem muita gente precisando de itens que ainda estão bons.
  • Venda as coisas que estão em ótimo estado e/ou têm valor. Você pode vender em sites como Mercado Livre, Enjoei e OLX (nós mesmas estamos vendendo TODAS as nossas coisas para a mudança nesses sites). Existem também grupos no Facebook de cada cidade onde você pode vender móveis e eletrodomésticos. Lembre-se: coloque um preço camarada nas coisas, afinal elas são usadas e é melhor vender com um preço baixo do que não vender e um dia antes da mudança jogar tudo fora.
Tenha fé, você vai conseguir desapegar!

Tenha fé, você vai conseguir desapegar!

Planeje como irá levar suas coisas

Nessa próxima mudança para a Espanha resolvemos levar a menor quantidade de coisas possível. Ou seja, iremos levar apenas as 2 malas de 32 KGs por pessoa no avião e talvez uma mala extra para cada. Não mais que isso.

Mas você pode querer levar muitas coisas e nesse caso pagar muita mala extra pode sair caro demais. Você pode fazer a viagem de navio ao invés de avião, já que normalmente os cruzeiros deixam embarcar com mais bagagem (veja condições com cada empresa).

Outra opção é fechar um contêiner com uma empresa especialista em mudanças internacionais. É a opção mais óbvia para quem quer levar móveis ou uma quantidade enorme de coisas. Mas prepare o bolso: sai muito caro e além do valor do transporte você precisará pagar taxas tanto no Brasil quanto no país de destino. Cotamos com diversas empresas e 10 caixas pequenas de roupas sairiam por 3 mil euros + taxas. Ou seja, se você for levar móveis esse valor aumenta mais. Pense bem: não é mais fácil vender aqui e comprar lá móveis novos ou semi-novos?

Prepare-se para a mudança!

Prepare-se para a mudança!

Escaneie outros documentos

Pegue seus documentos que não serão juramentados e escaneie (ou tire fotos) e guarde em um HD externo ou preferencialmente em uma nuvem. Se você precisar, por exemplo, do seu número do título de eleitor para algo será fácil de acessar.

Se informe sobre aluguel no país de destino antes de ir

Pelo menos 2 meses antes de mudar de país comece a pesquisar valores de aluguel na cidade que você vai viver. Você pode fazer isso pela internet, pesquise no Google e logo encontrará sites de anúncios de aluguel. Assim você já estará informado sobre preços e locais na cidade. Quando chegar conseguirá escolher seu apartamento mais rapidamente e a chance de alguém te passar a perna é menor.

Provavelmente você terá que ficar alguns dias em hotel ou hostel antes de achar sua casa definitiva, certo? Aproveite e reserve pela nossa caixinha especial do Booking.com! Você não paga nada a mais por isso, conta com a confiança do Booking.com e ajuda o blog Estrangeira a continuar na ativa!

Booking.com

Faça seguro saúde

Muitos países exigem seguro saúde dos turistas. Mas o que muita gente não sabe é que vários países também exigem que um cidadão que irá morar lá legalmente tenha esse seguro. Essa é mais uma coisa para você esclarecer no consulado. Especialmente para vistos de estudante com tempo de determinado, o seguro saúde costuma ser obrigatório.

Vai que você precisa de um médico, né?

Vai que você precisa de um médico, né?

ATENÇÃO! Recomendamos sempre viajar para fora do Brasil com Seguro Viagem.
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Declaração de saída definitiva do Brasil

Quando um brasileiro vai morar fora do país, de caráter definitivo, ele deve entregar para a Receita Federal a declaração de saída definitiva do Brasil. As explicações sobre isso e características de quem se encaixa estão no site oficial, e é mais fácil você olhar direto lá do que eu tentar explicar e me enrolar toda. É só clicar aqui: http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2016/declaracao/declaracao-de-saida-definitiva

E aí, preparado para mudar de país?

Espero que esse post tenha te ajudado com algumas dúvidas básicas para realizar seu sonho de morar fora do Brasil. Mas se algo não foi respondido – ou se você tem mais itens a acrescentar – escreva nos comentários! 🙂 Compartilhar dúvidas e informações é a melhor maneira de ajudar os outros leitores.

Boa sorte para mudar de país! :D

Boa sorte para mudar de país! 😀

Outros posts que podem te interessar:

– Dicas para morar na Espanha

– Cidadania Italiana em 18 Meses

– Dicas para conseguir emprego na Espanha (como eu fiz)

– Como conseguir a documentação de familiar de cidadão Europeu (NIE e TIE)

 


– Quer fazer um tour personalizado em Barcelona, guiado por nós? Isso é possível! Venha explorar a cidade conosco e se encantar nas nossas rotas especiais, montadas com o carinho de quem mora aqui. Para saber mais, consultar preços e fazer sua reserva escreva um e-mail para contato@estrangeira.com.br

 


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

o-que-fazer-para-mudar-de-pais-pinterest

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars

Curta nossa página no Facebook!