Uma senha sera enviada para seu e-mail

O que fazer em Bergamo – Bate e Volta de Milão

Quando fomos para Milão, depois de 3 dias explorando a capital da moda, bateu aquela vontade de conhecer alguma cidade próxima. Tinha que ser um local perto e que valesse a pena a viagem. Descobrimos Bergamo e adoramos o passeio!

A cidade é pequena, mas muito charmosa. Perfeita para fazer um bate e volta. Bergamo é dividida em duas: cidade alta e cidade baixa. A parte mais interessante está na cidade alta, com suas vielas medievais, o centro histórico e as vitrines maravilhosas das lojas e confeitarias.

ATENÇÃO! O Seguro Viagem é obrigatório para entrar na Itália.
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Bergamo-Italia-Cidade-Alta

A cidade de Bergamo vista da parte alta

Como chegar em Bergamo

Bergamo fica a 50 quilômetros de Milão, menos de 1 hora em trem. Esse foi o meio de transporte que utilizamos até lá. Pegamos o trem na estação Milano Centrale, compramos os bilhetes na hora mesmo. Cada trecho custou €5,50.

Ao chegar na estação ferroviária de Bergamo, demos de cara com uma neblina muito densa. Era começo de dezembro, quase inverno e fazia muito frio. Ao lado da estação fica um quiosque de informação turística. Ali mesmo pegamos um mapa e nos informamos como subir na cidade alta.

Atravessando a rua, fomos até o terminal de ônibus e compramos os bilhetes para subir a cidade. Cada bilhete custou €1,40. O ônibus 1A sai da Av. Vittorio Emanuelle. Em 15 minutos estávamos lá em cima.

Outra opção é caminhar por 10 minutos e pegar o funicular, para subir pelo morro. Deve ser uma experiência legal, mas com o frio que estava preferimos entrar logo no ônibus.

Se você quiser ir de carro, pode pegar a estrada A4 Milão-Veneza. Nossa dica é alugar carro pela RentCars, um buscador que reúne todas as locadoras. Já alugamos e sai mais barato do que fechar direto com a locadora. Pesquise aqui os melhores preços de aluguel de carro na Europa com a RentCars.

Torre cívica na Piazza Vecchia

O que visitar em Bergamo

Ao descer no ponto final do ônibus, na cidade alta, já ficamos encantadas. É tudo muito gracioso em Bergamo. O centro histórico é pequeno e pode ser explorado em pouco tempo. O interessante, no entanto, é andar com calma pelas vielas. Foi como fazer uma viagem no tempo!

Fomos seguindo o mapa em direção a Piazza Viecchia, a principal praça da cidade. No caminho, nos deparamos com muitas confeitarias e padarias com doces de dar água na boca. Experimentamos o torrone de marshmallow com frutas vermelhas, que estava divino.

bergamo-italia-doces

Docinhos de Bergamo. Apenas esqueça a dieta

Para queimar as calorias ganhas, continuamos andando pela cidade e chegamos na Piazza Vecchia. É uma praça bem bonita que fica grudada a Piazza Duommo. São duas praças juntas, que concentram os principais edifícios da cidade: a biblioteca Angelo Mai, o Palazzo della Ragione, o Palácio da Corregedoria, a Torre Cívica  – Camapanone, a basílica de Santa Maria Maggiore, a capela Colleoni, o Duomo e o Battistero.

Entramos na basílica de Santa Maria Maggiore, uma igreja muito bonita por dentro e por fora. Gostamos de entrar ali e observar a arquitetura e detalhes. A entrada é gratuita.

bergamo-italia-igreja

Depois, visitamos a catedral de Bergamo, o Duomo, onde ficam relíquias do Papa João XXIII e um sepulcro onde estão enterradas pessoas desde o ano 300! Ficamos um pouco chocadas com isso, rs.

Bergamo-Italia-Cidade-Alta

Belo teto do Duomo de Bergamo

Vale também dar uma espiada no Battistero, pequeno mas de bela arquitetura. E por último, a Torre Cívica, onde você pode subir e ter uma vista interessante de Bergamo. O valor para subir na torre é €5 euros.

Paramos para comer uma focaccia rápida. De sobremesa comemos um “polentine” que estava em todas as vitrines, sendo vendido como o doce típico de Bergamo. O doce parece ser de polenta, mas não é. Na verdade é um bolinho de pão-de-ló recheado com creme de avelã. Achamos interessante, mas prepare-se para ter uma overdose de açúcar, rs.

Aliás, a polenta (salgada, mesmo) é um prato típico de Bergamo. Então pode ser uma boa pedida experimentar quando estiver na cidade.

Seguimos para a Porta di San Giacomo, uma das portas de acesso à cidade murada, construída em 1592.  Dali se tem uma vista linda para toda a parte baixa.

Resolvemos descer pelas muralhas, a pé, ao invés de pegar o ônibus de volta. Foi uma experiência muito interessante para terminar de mergulhar no clima de viagem no tempo. Em 20 minutos estávamos na cidade baixa e passamos por lugares muito graciosos no caminho.

bergamo-italia-porta-san-giacomo

A Porta di San Giacomo era um dos acessos ao interior da muralha

Lá na cidade baixa demos uma explorada rápida na via Vittorio Emanuelle II. Passamos pela Porta Nuova,  e depois por uma feirinha de natal cheia de guloseimas e produtos feitos artesanalmente.

bergamo-italia-natal

Feirinha de natal que estava rolando na parte baixa

Logo chegamos de volta na estação de trem e compramos os bilhetes de volta para Milão. No total ficamos umas 5 horas em Bergamo. Passeamos em um ritmo tranquilo, sem correria, mas com certeza se você visitar a cidade na primavera ou verão poderá aproveitar um pouco mais. Na cidade alta há também um jardim botânico, já no meio da montanha, e o Castelo San Viglio.

WI-FI gratuito  🙂

E uma dica valiosa: tem wifi público na cidade muito bom e em vários pontos. Quando chegar basta enviar uma mensagem de texto com a palavra ciao ou hello para o número (0039) 3424 035 035. Você vai receber uma mensagem de volta com seu nome de usuário e senha e já começa a navegar  🙂

Onde ficar em Bergamo

Se te deu vontade de ficar mais em Bergamo e dormir pelo menos uma noite por lá (o que nós adoraríamos fazer!) é importante escolher bem a hospedagem. Listamos abaixo hotéis bons em Bergamo:

  • Fuori Porta House – €€€ – hotel 3 estrelas na cidade alta
  • Hotel Excelsior San Marco – €€€€ – hotel 4 estrelas na cidade alta, luxuoso.
  • Green Bed Bergamo €€ – hotel 3 estrelas na cidade baixa (pertinho da estação de trem). Tem opções de quartos triplos e apartamentos inteiros, uma boa para famílias.
  • Best Western Hotel Capello D’oro – €€€ – hotel 4 estrelas na cidade baixa, ótimo custo/benefício.
  • Al Centro Città –  – um conceito diferente de hospedagem, eles oferecem estúdios e kitchenettes por preços muito acessíveis! Fica a 1km da estação de trem.

Leia tambem os nossos posts sobre Milão:

O que fazer em Milão – Roteiro completo

O que comer em Milão e dicas de restaurantes


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

Bergamo-Italia

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars

Curta nossa página no Facebook!