Uma senha sera enviada para seu e-mail

Melhores lugares para passar o ano novo

Todos os anos temos que tomar a difícil decisão de onde passar o reveillon e comemorar a virada no ano.  Claro que queremos passar a virada num lugar ultra legal, com pessoas que gostamos e festejando muito. Mas nessa época os preços estão super altos, tudo está lotado e se deixamos para última hora a tarefa fica bem difícil.

O ideal é reservar ainda no primeiro semestre. Assim é possível conseguir passagens aéreas super baratas e escolher as melhores opções de hospedagem.

Resolvi compilar minhas experiências de reveillon para ter dar algumas ideias!

ATENÇÃO! Recomendamos sempre viajar para fora do Brasil com Seguro Viagem.
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

2014/2015 – Santos, SP

A queima de fogos em Santos, no litoral de São Paulo é bem bonita. Nós passamos a virada na praia, pulamos 7 ondas, jogamos flores para Iemanjá, tudo conforme manda a tradição  🙂

Fizemos ainda a simpatia de dar a volta no quarteirão carregando uma mala para garantir várias viagens e deu muito certo. Viajamos muito em 2015! Recomendamos fazer. É só pegar uma mala e dar uma volta no quarteirão quando virar o ano.

No dia seguinte logo cedo a praia estava limpa, sem garrafas, sem flores e prontinha para a gente pegar se jogar na água. A prefeitura foi rapidinha. E o bacana de passar o reveillon em Santos, foi passar uns dias na cidade, que tem muitas atrações turísticas. Passeamos muito e aproveitamos demais.

Nesse post contamos tudo o que fizemos em Santos.

Prontas para comemorar a chegada de 2015

Prontas para comemorar a chegada de 2015

2013/2014 – Londres, UK – London Eye

Em 2010 tinha visto o vídeo da passagem de ano em Londres e enlouquecido com a queima de fogos sincronizada com o melhor da música britânica, ainda por cima tendo como fundo a London Eye, o Big Ben e o Parlamento. Finalmente este ano realizei esse desejo e passei último reveillon ali com a Gabi.

O processo é meio cansativo, mas vale a pena. A polícia isola a área e eles permitem a entrada de 200 mil pessoas. Quando lota, ninguém mais entra. Pelas nossas pesquisas, a área é fechada entre 19h e 20h. Então chegamos às 19:30. Conseguimos entrar tranquilamente. Chegamos pela estação de Westminster e conseguimos um ótimo lugar bem em frente a London Eye.

Aí, a espera foi longa. Várias horas até o Big Ben badalar às 0h. Faz frio. Então é uma boa ideia levar bebidas para manter o corpo quente rs O problema da bebida é ir ao banheiro depois. Os banheiros químicos não são suficientes e depois de segurar o quanto pudemos ficamos uns 40 minutos num aglomerado até conseguir usar o banheiro.

Fica rolando música e umas projeções nos prédios. Quando vai se aproximando da meia noite, um DJ começa agitar a galera.

A passagem é incrível. Rola uma contagem regressiva monstra, os fogos são lindos, duram um tempão, e o Big Ben tá ali tocando ao seu pé! O ano entra anunciado pelo mais famoso relógio do mundo. E eu tava passando o primeiro ano novo com meu amor. O que mais precisava?

Para ir embora rola um perrengue. A multidão vai andando lentamente. Demoramos muito tempo para conseguir entrar num metrô. Andamos até Picadilly. A fila estava imensa. A boa notícia é que o metrô funciona a noite toda. Recomendamos fortemente o ano novo em Londres.

Ano novo em Londres - fogos na London Eye, Big Ben e Parlamento. Como não amar?

Ano novo em Londres – fogos na London Eye, Big Ben e Parlamento. Como não amar?

No Revéillon de 2018 repetimos a dose de Londres, mas dessa vez fizemos um upgrade e passamos num barco, dentro do rio! Desde a primeira vez ficamos morrendo de vontade e nos planejamos para realizar esse sonho.

Compramos os ingressos do barco com vários meses de antecedência. No dia estava muito frio, o barco estava mais lotado do que imaginávamos e a verdade é que a experiência decepcionou um pouco. Mas não posso negar que foi uma virada e tanto! Leia o post completo onde explicamos tudo: Como é passar o ano novo em Londres no barco.

2012/2013 – Valparaíso, Chile

Maravilha de festa! Os chilenos são muito animados. Muita gente de Santiago vai para Valparaíso também. A cidade fica cheia. Todos levam serpentina, confete, espuma, luzes. A última semana do ano é um carnaval local deles.

Começamos a noite com uma ceia de ano novo no Café Vinilo pois havíamos ficado amigas do chef Gonzalo. Então de lá fomos com ele e outros amigos ver os fogos ali do Cerro Alegre.

A queima de fogos foi para o Guinness, então vocês podem imaginar que era uma senhora queima de fogos. A galera enlouquecida festejando, como bons latino americanos.

Depois da queima, fomos para uma festa na La Piedra Feliz, um lugar enorme, um prédio antigo com vários ambientes. Tinha várias bandas tocando diversos tipos de música – salsa, rock, tinha pistas de dança com diversos ritmos. Foi legal demais.

Saímos de lá já com o dia claro às 7 da manhã. Valpo parecia uma zona de guerra, o chão forrado de garrafas vazias da virada. Capotamos e perdemos o ônibus de volta para Santiago. Ah… Quem se importa, foi tudo maravilhoso.

No vídeo de Valparaíso tem um pouco dos fogos (a partir dos 6’45”). Olha só!

2018/2019 – Barcelona

Moramos em Barcelona desde 2016, mas só no ano novo de 2019 passamos aqui. E olha, foi legal! A queima de fogos acontece na Plaça Espanya, uma das principais da cidade. Em 2019 100 mil pessoas vieram participar!

Para entrar na área do espetáculo você não paga nada, mas é importante chegar cedo para conseguir um lugar bom, mais perto da zona dos fogos. Deixamos para chegar 40 minutos antes porque moramos perto, e no fim ficamos meio longe.

O show de fogos durou 25 minutos e começou antes da contagem regressiva. Era sincronizado com música, o que dá aquele toque a mais. As pessoas não são tão animadas como no Brasil, mas são melhores do que em Londres. E como o inverno de Barcelona não é tão rigoroso assim, esperar a meia-noite não é muito sofrido.

Depois dos fogos saímos dali e queríamos ir em algum bar comemorar, mas a maioria dos bares estava fechado, acredite se quiser. Descobrimos que rolam algumas festas particulares, mas é preciso comprar ingresso com antecedência.

Fizemos um post bem completinho contando a experiência e detalhando todas as informações do ano novo em Barcelona, além das tradições. Você pode ler aqui: Como é passar o ano novo em Barcelona.

2011/2012 – Hong Kong

A princípio o ano novo deles é comemorado em fevereiro, mas eles também comemoram a nossa passagem de ano. Fomos para o Victoria Harbour, onde rola a queima de fogos. Estava empolgada pois tinha visto fotos e vídeos dos fogos e tudo parecia lindo, mas lá não foi empolgante.

Nós acabamos nos atrasando e chegamos em cima da hora, então foi difícil achar um bom lugar. Ai rola a contagem regressiva. Tem um grande painel num dos prédios do Harbour. A área com seus prédios e iluminação é muito bonita. A queima de fogos é bacana, mas é meio curta.

A galera não comemora muito. Ficam só olhando para cima. Ai em 10 minutos acaba, todo mundo vira e vai embora. E ficamos ali com cara de ahnnn? querendo festa de verdade.

Ano novo em Hong Kong

Ano novo em Hong Kong

2001/2002 – Recife, PE

Outra festa bastante animada. Depois de passar a virada com minha amiga Aninha e sua família, fomos para o marco zero de Recife, onde tinha palco com shows. Todo mundo dançando várias danças tradicionais nordestinas, como frevo, ciranda, etc. Tinha bonecos de Olinda, trajes típicos. Enfim, era quase um carnaval. Super do bem. Recomendo.

2000/2001 e 2015/2016 – Rio de Janeiro, RJ

Mais uma experiência sensacional. Fomos caminhando do Flamengo até Copacabana, e andar com um mar de gente vestida de branco já era legal. Essa tradição que temos aqui no Brasil de se vestir de branco é genial. Ver a praia de Copacabana tomada por esse lençol alvo é lindo.

O Rio de Janeiro é sempre maravilhoso. A queima de fogos é sensacional. Nossos rituais de pular 7 ondas, guardar semente de romã, etc eu também adoro e faço todos os anos. Ano novo no Rio é amor. Claro que vai ter muuuuita gente e um tanto de bêbado incomodando, mas dá pra relevar.

1996/1997 –  Paris, França

Na época não havia queima de fogos. Passei no Champs Elysées, onde havia uma multidão, todo mundo bêbado, os caras agarrando a gente e passando a mão na bunda. Foi bem ruim. O metrô fechava às 0:30. Foi um grande tumulto para tentar pegar o metrô. Não conseguimos.

Andamos quilômetros num frio congelante até o albergue (Le D’Artagnan). Lá a festa estava ótima. Isso foi há muito tempo. Se alguém teve experiências mais recentes de ano novo em Paris pode contar como foi.


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

melhores-luagres-passar-ano-novo-pinterest

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars

Curta nossa página no Facebook!