Uma senha sera enviada para seu e-mail

Como economizar em hospedagem – ECONOMIA COLABORATIVA

A Internet, cada vez mais, conecta as pessoas. Hoje, nós presenciamos a explosão da economia colaborativa. E o que é isso? Economia Colaborativa é o fenômeno de uma pessoa física oferecendo serviços para outra pessoa física, usando como plataforma um site ou aplicativo.

Ou seja, a internet é a responsável pelo surgimento dessa nova maneira de consumir, economizar e ganhar dinheiro. No vídeo abaixo nós explicamos melhor que diabos é economia colaborativa e damos exemplos legais pra vocês verem como economizar em hospedagem. Então aperta play antes de continuar lendo! 😛

Para nós, viajantes, utilizar essa ferramenta pode ser muito vantajoso. Ao comprar serviços de outras pessoas físicas durante viagens é possível economizar muito dinheiro.

E, por outro lado, cada um de nós pode ser também um vendedor de serviços e assim ganhar uma grana com o turismo! Nesse post compilamos os serviços de economia colaborativa de hospedagem mais conhecidos e utilizados hoje em dia.

Como economizar em hospedagem durante a viagem

Já existem diversos sites onde pessoas oferecem casas, quartos ou uma cama para você ficar durante a viagem. É possível sim viajar gastando nada ou pelo menos gastando menos!

Couchsurfing – www.couchsurfing.com

O Couchsurfing é o site mais famoso para conseguir hospedagem gratuita. É economia colaborativa na sua forma mais econômica possível. Na plataforma online, pessoas se cadastram e podem tanto receber pessoas em suas casas quanto procurar hospedagem –  no mundo inteiro.

Cada pessoa coloca fotos e uma descrição do cômodo que tem disponível para receber os visitantes. Pode ser um quarto completo, um sofá-cama ou apenas um colchonete no chão. Você, viajante, vai pesquisar no site as opções disponíveis no seu destino e escolher o que parece melhor para você.

Para saber se a reputação da pessoa com a qual você está combinando é boa, basta ler os comentários deixados por outras pessoas que já hospedaram (ou foram hospedadas) por aquela pessoa. Quanto melhor a reputação, mais confiável é aquela pessoa.

O Couchsurfing é muito usado por jovens e aventureiros no mundo todo. Nós já recebemos pessoas pelo Couchsurfing na nossa casa aqui em São Paulo e é uma ótima maneira de fazer amigos e conhecer outras culturas. Ninguém está 100% garantido, é claro que uma pessoa doida pode entrar em contato com você, as fotos podem não condizer com o lugar…

Mas num geral esses casos são raros, as experiências das pessoas que usam o Couchsurfing tendem a ser ótimas. E se algo der errado, você sempre pode deixar uma review negativa e alertar os outros viajantes.

CouchSurfing

Página da Fabia no CouchSurfing – uma maneira de se hospedar de graça mundo a fora!

Nightswapingwww.nightswapping.com

Esse site tem um esquema muito parecido com o Couchsurfing – também é uma maneira de conseguir hospedagem gratuita. A única diferença é que, para poder pedir hospedagem você tem que ter também um espaço para receber as pessoas, necessariamente.

Cada vez que você hospeda alguém ganha créditos para se hospedar em outro lugar. Existe um esquema de compra de créditos para aqueles que realmente não têm um cômodo para oferecer. O site já está presente em termos mundiais, mas ainda é menor que o Couchsurfing. Está crescendo bastante, pode ser uma boa alternativa pra sua pesquisa!

AirBnBwww.airbnb.com.br

O AirBnB é uma plataforma já consolidada, que está bombando no mundo inteiro e agora tem página em português, voltada para brasileiros! Nós já ficamos hospedadas em AirBnBs em diversas cidades do mundo, e podemos dizer que todas as experiências foram ótimas.

No site, pessoas anunciam casas inteiras ou cômodos para serem alugados. Os valores são normalmente inferiores aos preços de hotéis. Nossa experiência diz que o AirBnB vale muito a pena quando você está viajando em família ou com amigos – alugar uma casa com diversos cômodos e dividir o valor por cabeça sai muito barato.

O site é bem legal, você pode pesquisar as opções de hospedagem diretamente no mapa da cidade que vai visitar, separar a busca por faixa de preço e por tipo de hospedagem (casa inteira, quarto individual, etc). A reputação das pessoas que alugam suas casas também é baseada nas reviews. Por isso, normalmente os anfitriões são muito atenciosos e fazem de tudo para a sua estadia ser ótima.

A gente teve anfitriões que deixavam a fruteira cheia e garrafas de vinho, outros que foram buscar a gente no aeroporto… E os apartamentos sempre super limpos e em perfeito estado. Na hora de escolher, lembre-se: quanto mais comentários positivos aquele anfitrião tiver, melhor. O pagamento é feito diretamente pelo site, por cartão de crédito, boleto ou mercado pago/paypal.

Se tem um exemplo bem sucedido de economia colaborativa é, com certeza, o AirBnB.

AirBnB

Página de busca do AirBnB, com mapa da cidade e faixa de preço definida por nós

WWOOFwww.wwoof.net

Essa é uma maneira muito louca de economizar em hospedagem! Nós ainda não testamos, mas estamos doidas pra fazer em 2016. WWOOF é um site que reúne fazendas orgânicas do mundo todo.

Você pode ficar hospedado nessas fazendas em troca de trabalho no local. Ou seja, você dá algumas horas diárias de trabalho na fazenda de produtos orgânicos, aprende muito sobre a cultura e o cultivo orgânico e em troca ganha hospedagem e alimentação gratuitas!

Parece um esquema super legal, nós estamos de olho em uma fazenda na Amazônia e outra na Bahia pra testar a WWOOF ano que vem! Já fez esse esquema? Deixa um comentário nesse post e conta como foi!

WWOOF

WWOOF – hospedagem em troca de trabalho. Queremos experimentar!

Troca Casa – www.trocacasa.com

O Troca Casa é um site bem legal que permite que pessoas troquem as casas entre si! Ou seja, se você é de São Paulo e está viajando para Bogotá, o sistema vai encontrar uma pessoa de Bogotá vindo para São Paulo na mesma data e vocês trocam as casas. Assim a hospedagem sai de graça!

Esse esquema vale mais a pena quando você viaja por uma temporada média ou longa. Desse jeito, não precisa alugar uma casa para ficar apenas uns meses em uma cidade. O site já existe em várias línguas – inclusive português. São mais de 50.000 propriedades em 160 países.

Veja abaixo uma lista com muitos outros esquemas de economia colaborativa para economizar em hospedagem!

Knok troca de casas para longas temporadas.
MyTwinPlace troca de casas.
Intervac troca de casas.
HappyHamlet troca de casas.
GoCambio hospedagem em troca de cursos de línguas.
BeHomm troca de casas focado em designers e artistas visuais.
BedRural especializado em propriedades rurais.
CasaVersa troca de casas.
Gamping acampar dentro de casas privadas.
BoatBureau é tipo um AirBnB para barcos
Habitoom casas para morar e dividir no mundo todo.
BeRoomers tipo AirBnB, mas voltado para alojamentos de estudantes
Room4exchange troca de quartos em repúblicas
Bed y Casa hospedagem em casas de família. Tipo AirBnB.
Only-Apartments, aluguel de temporadas de apartamento.
Workaway, promove o intercâmbio de jovens e estudantes de línguas. Hospedagem em casas de famílias, instituições ou ONGs.
canistaywithyouwhileirentmyplaceonairbnb – “posso ficar na sua casa enquanto alugo minha casa no AirBnB?” (olha a que nível estamos chegando!)
WordPackers hospedagem em troca de trabalho

Niumba aluguel de temporadas. Tipo AirBnB. A marca é do TripAdvisor e atua somente na Espanha.
AlterKeys, tipo AirBnB exclusivo da Europa.
Rentalia aluguel de temporadas em Espanha, Itália e Portugal.
Flat-Club aluguel de flats em Londres e Nova York.
BarcelonaCheckIn hospedagem em casas particulares em Barcelona.
WarmShowers um tipo de couchsurfing só para ciclistas (!!!!!)

OuiShare é um site em espanhol que reúne várias iniciativas de economia colaborativa no mundo todo. Utilizamos bastante para a nossa pesquisa desse post e lá tem muita coisa. Pra quem fala espanhol, é legal conferir. 🙂

Leia os outros posts da série!

COMO ECONOMIZAR EM TRANSPORTE NAS VIAGENS

Como economizar com transporte

Como economizar com transporte

 COMO GANHAR DINHEIRO COM TURISMO

Como ganhar dinheiro com turismo

Como ganhar dinheiro com turismo

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars

Curta nossa página no Facebook!