Cajueiro de Pirangi: visita ao maior cajueiro do mundo, perto de Natal

Quem acompanha esse blog e nosso canal do youtube já sabe que eu sou MALUCA por caju. É minha fruta favorita e visitar o Cajueiro de Pirangi, o maior do mundo, estava nos meus planos faz tempo. Te conto tudo sobre o passeio aqui!

Pirangi do Norte é uma pequena cidade de praia que está a apenas 25km do centro de Natal, no Rio Grande do Norte, ou 12 km da Ponta Negra. Não deixe de inserir esse passeio no seu roteiro de viagem por lá. É um rolê rápido, de poucas horas, mas bem interessante.

Leia também: O que fazer em Natal – roteiro e dicas

cajueiro-de-pirangi-natal-praia

Essa é a praia perto do Cajueiro. Nela tem passeio de barco também se você quiser aproveitar

Como chegar no Cajueiro de Pirangi

É bem fácil chegar ao Cajueiro de Pirangi saindo de Natal. As duas opções mais práticas são indo de carro ou ônibus. Nós fomos de carro e foi ótimo. Estacionamos bem perto da entrada do cajueiro (o flanelinha cobrou R$5,00) mas se quiser parar mais longe vai ser grátis.

Se você precisa alugar carro para a viagem, nossa dica é usar a RentCars. É um buscador que compara preços de todas as locadoras e te diz qual tem o melhor custo-benefício. Já usamos várias vezes e recomendamos!

Clique aqui para comparar preços e alugar carro com a RentCars.

De carro saindo de natal a viagem dura 30 minutos. É fácil, o primeiro trecho é na Via Costeira, à beira mar e depois mais uns 20 minutinhos na RN-063. Veja a rota no mapa abaixo:

Se você quiser ir de transporte público você deverá pegar o ônibus das linhas “Pirangi Praia” ou “Tabatinga” na Praia de Ponta Negra (endereço exato do ponto de ônibus é Av. Engenheiro Roberto Freire, 4118). O trajeto dura de 40 a 50 minutos.

Se você estiver hospedado no centro de Natal ou outro bairro, longe de Ponta Negra, terá que considerar o tempo de pegar um primeiro ônibus até lá.

Leia também: Quanto custa viajar para Natal e litoral do RN – gastos detalhados

Como é a visita ao Cajueiro de Pirangi

Ao chegar próximo da entrada do Cajueiro você já vai se deparar com essa árvore enorme que é tão grande que parece ser várias árvores. Na entrada do recinto do Cajueiro de Pirangi há uma feirinha de artesanato onde você pode comprar souvenirs, roupas e comidas. Tem doce de caju, castanhas de caju e outros ítens não relacionados à fruta.

cajueiro-de-pirangi-entrada

Seja bem-vindo ao maior cajueiro do mundo!

A entrada custa R$8,00 por pessoa e é importante levar dinheiro vivo, pois eles não aceitam cartões. Fomos em um dia quente do mês de julho e apesar de ser época de férias não estava muito cheio.

A visita ao cajueiro é bem legal, você vai andando por plataformas vendo os enormes galhos enquanto lê placas informativas que te explicam curiosidades e informações importantes sobre a árvore, o caju e sua castanha. Bom passeio para fazer com crianças!

cajueiro-de-pirangi-arvore

As passarelas para andar entre os galhos do cajueiro

Logo na entrada um guia oficial do local nos explica a história do Cajueiro de Pirangi e a polêmica que existe entre ele e o Cajueiro de Teresina, no Piauí (os dois competem pelo prêmio de maior do mundo).

Ele explicou também que esse cajueiro é tão enorme por uma anomalia genética que ninguém sabe explicar muito bem como ocorreu. Os cajueiros normais são árvores de médio porte e que crescem para cima. Não costumam ter raízes tão grandes como essas e que crescem próximas do solo.

Essa árvore tem cerca de 130 anos. Contam que ela foi plantada por um pescador local, mas não se sabe ao certo. Pode ser que o cajueiro já estivesse lá antes.

Ele produzia em torno de 80 mil frutas antes, hoje em dia apenas 8 mil, pois já está velhinho. Na época da safra, os visitantes podem pegar os cajus gratuitamente.

Aprendemos também que não adianta pegar um caju de lá e tentar plantar a semente em outro lugar para ter seu próprio cajueiro gigante – os frutos da árvore não carregam a mesma anomalia (infelizmente, pois esse seria meu sonho de princesa).

cajueiro-de-pirangi-natal-crianças

Gabi, a doida do caju

Ficamos mais ou menos uma hora caminhando pelas passarelas e apreciando a beleza do cajueiro. Eu amei, considero uma obra prima da natureza! Há também um mirante onde você pode ver a enorme copa da árvore de cima, mas infelizmente estava fechado para reforma.

Em que época dá caju no Cajueiro de Pirangi?

Se você é louco por caju, como eu, deve estar imaginando um deleite da fruta no cajueiro gigante, né? Pois é, quando cheguei lá fiquei com a cara na poeira porque não era época de caju! :(

A época de caju é de novembro a janeiro, então se o seu objetivo é comer caju até morrer, planeje a viagem para esse mês. O guia deu a dica para chegar cedo, porque pela manhã os turistas pegam as frutas e mais tarde já não tem nada.

Leia também: O que fazer na Praia de Pipa – paraíso perto de Natal

cajueiro-de-pirangui-maior-do-mundo

Onde ficar em Natal – dicas de hotéis

Para finalizar esse post, é importante falarmos da hospedagem em Natal. Escolher bem é essencial para que sua viagem seja a melhor possível. Nós ficamos na maravilhosa Pousada Doce Morada que foi uma das melhores hospedagens de toda a viagem ao nordeste!

Recomendamos bastante, tem ótimo custo-benefício pois é uma das hospedagens mais baratas da cidade e a qualidade e conforto são nota 10.

Mas para te ajudar, nós selecionamos mais 8 hotéis, pousadas e hostels em Natal, para diferentes tipos de viajantes e orçamentos. Clicando nos links você poderá saber mais sobre cada um, ver preços e fazer sua reserva. :)

Tem mais dicas sobre o Cajueiro de Pirangi? Deixe nos comentários! :)


Leia nossos outros posts sobre o Rio Grande do Norte:

– O que fazer em Natal (Rio Grande do Norte) – roteiro e dicas

– Onde ficar em Natal: dicas de hotéis, pousadas e hostels

– O que fazer na Praia de Pipa – roteiro e dicas

– Como chegar na Praia de Pipa saindo de Natal ou João Pessoa

– 6 Dicas de pousada, hostel e hotel em Pipa (RN) – bons e baratos!

– O que fazer em São Miguel do Gostoso – praia paradisíaca do RN

– O que fazer em Maracajaú – praia lindíssima pertinho de Natal

– Quanto custa viajar para Natal e litoral do RN – gastos detalhados

– Passeio às Dunas de Genipabu de buggy: vale a pena?

– Natal LGBT: rolês para gays e lésbicas na cidade


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars
Compre chip de celular internacional com a Viaje Conectado
Compre passagens aéreas com muito desconto com a Passagens Promo

Curta Estrangeira no Facebook!