A password will be e-mailed to you.

BritRail Pass – como funciona o passe para viajar pelo Reino Unido de trem

Viajar pela Europa de trem é uma daquelas experiências charmosas, de filme. Eu pude viajar pelo Reino Unido de trem usando o BritRail Pass, um passe que permite viajar pelo país todo e adorei. Conto aqui como funciona!

O Reino Unido é um país super diverso que inclui Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Com paisagens de diferentes climas e cidades para todos os gostos, o Reino Unido é um dos meus lugares favoritos no mundo.

Que Londres é fenomenal todo mundo já sabe mas Brighton, Bristol, Manchester, Cardiff, Glasgow, Edimburgo e Liverpool são apenas algumas das muitas cidades bacanas da terra da rainha #Beth. Imagina poder conhecer tudo de trem!

ATENÇÃO! O Seguro Viagem é obrigatório para entrar na Inglaterra. Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

BritRail Pass – como funciona o passe de trem pelo Reino Unido

O BritRail Pass é um passe exclusivo para turistas, ou seja, para quem não mora no Reino Unido. Ele permite o embarque em TODOS os trens da Rede Nacional de Trens na Inglaterra, Escócia e País de Gales. Ele deve ser comprado antes da chegada ao país e enviado para o país de residência, então é preciso se planejar para comprar com antecedência suficiente. Fique esperto!

O BritRail Pass é um passe impresso de maneira nominal, ou seja, você deve comprar um para cada passageiro.  Para comprar, entre no site oficial da BritRail, selecione a modalidade e quantidade de passes desejados, siga todos os passos e finalize a compra com cartão de crédito.

Se você planeja fazer uma viagem para o Reino Unido longa, visitando cidades que estão distantes uma da outra pode valer a pena pegar esse passe.

Outra vantagem é que inclui os trens que vão de Londres para os aeroportos (que são caríssimos para o pequeno trecho que cobrem). É possível descer e subir em vários estações, caso queria fazer paradas e pode pegar os trens em horário de pico e fins de semana – que são normalmente mais caros.

Existem diferentes categorias de preços e número de dias válidos para utilizar o passe. Explico com mais detalhes a seguir.

Leia também: O que fazer em Londres – o guia definitivo

Estação central de Glasgow

BritRail Pass – preços

Existem duas categorias principais do BritRail Pass: flexível ou consecutiva. A flexível significa que você tem x dias à sua escolha para usar os trens em um período de tempo maior. A consecutiva significa que você pode usar os trens nos períodos de dias consecutivos do passe.

Abaixo fiz duas tabelas bem completas, com todos os preços do BritPass Flexível e Consecutivo. Separei também as colunas por faixa de preço: adulto, jovem (16 a 25 anos), criança (5 a 15 anos) e sênior (acima de 60 anos). Valores de outubro de 2019.

1 – Passe Tipo Flexível

Tipo de PasseAdultoJovemCriançaSênior
Viajando 2 dias em 1 mês114€69€57€97€
Viajando 3 dias em 1 mês170€102€85€144€
Viajando 4 dias em 1 mês212€128€106€180€
Viajando 8 dias em 1 mês304€182€152€258€
Viajando 15 dias em 2 meses457€274€229€389€

Leia também: O que fazer em Manchester – roteiro e dicas

2 – Passe Tipo Consecutivo

Tipo de PasseAdultoJovemCriançaSênior
2 dias consecutivos89€54€44€77€
3 dias consecutivos134€80€67€114€
4 dias consecutivos165€99€83€141€
8 dias consecutivos240€130€120€204€
15 dias consecutivos357€214€179€303€
22 dias consecutivos446€268€223€379€
30 dias consecutivos527€317€264€448€

Batendo o olho rapidamente os preços podem parecer altíssimos, mas se na sua viagem você pretende pegar vários trens pelo Reino Unido de longa distância, pode ser vantajoso comprar o passe. O transporte no Reino Unido não é lá muito barato.

Você tem que planejar bem a sua viagem, ver quais trens terá que pegar e quantos dias estará viajando pelo país para fazer as contas e ver se vale a pena. Se você vai apenas para Londres ou cidades próximas da capital, sai mais barato comprar os bilhetes separadamente.  Outro detalhe é que o mesmo trecho tem valores bastante diferentes dependendo do horário.

Importante: Para cada adulto com o passe uma criança de 5-15 anos pode viajar de graça, como acompanhante! Nesse caso só é preciso comprar passe para as crianças que passem o número de adultos acompanhantes. Vantagem!

Classe econômica ou primeira classe?

Os preços das tabelas acima são de assentos na classe econômica comum, a que eu viajei. No geral os trens são confortáveis, mesmo nas viagens na classe econômica. Eles tem algumas mesas para trabalhar, com tomada para carregar o computador ou celular.

Mas precisa entrar rápido no trem para conseguir um lugar nas mesas. Nós não fizemos reservas, mas entrando no trem logo que ele chegou na plataforma conseguimos sentar nas mesas.

Se quiser ver os preços de primeira classe, acesse o site oficial: BritRail Preços

As vantagens da primeira classe são assentos maiores e com mais espaço, mais lugar para colocar a bagagem e eles são normalmente menos cheios. Em várias rotas tem café e chá grátis, em algumas até alguns snacks e jornais. Os vagões também são mais próximos do início da plataforma para evitar longas caminhadas.

Trem / classe econômica

Utilizando o BritRail Pass

O passe precisa ser validado antes do primeiro uso na estação, apresentando junto seu passaporte. A partir da data da compra você tem 6 meses para validar um passe. Quando estiver usando o Flexipass, você precisa preencher a data da viagem antes de embarcar no trem.

Antes de embarcar em cada trem você deverá marcar a data da viagem e mostrar seu passe para um funcionário da estação, para poder controlar quantas viagens foram feitas.

Para planejar sua viagem e ver os trens disponíveis em cada trajeto e seus horários, acesse os timetables.

Leia também: O que fazer em Bristol – roteiro e dicas

Tem alguma dúvida ou dica sobre o BritRail Pass? Deixe nos comentários! 🙂


Fizemos essa viagem em parceria com o Visit Britain e BritRail. Agradecemos o convite! Todas as opiniões expressas nesse post são verdadeiras e refletem nossa experiência. Você pode ler mais sobre as políticas do blog na aba Sobre do menu.


Outros posts que podem te interessar:

– O que fazer em Londres – o guia completo

– Dicas de hotéis bons e baratos em Londres

– O que fazer em Bristol – Inglaterra

– O que fazer em Manchester – Inglaterra

– O que fazer em Brighton: a cidade mais gay da Inglaterra

– O que fazer em Glasgow, na Escócia

– Categoria completa: Inglaterra


Salve a imagem abaixo no Pinterest e aproveite para ver nossos Painéis de Viagem!

IMPORTANTE! Não esqueça de adquirir o seu Seguro Viagem. Ele é obrigatório para entrar na Europa, mas mesmo nos países sem obrigatoriedade é muito importante ter o seguro. Nos Estados Unidos, por exemplo, uma consulta médica ou internação pode custar uma verdadeira fortuna e com o seguro, você terá todo o tratamento coberto. Leia sobre quando ficamos doentes no Egito e na Espanha, ou sobre outra vez em que pegamos uma intoxicação alimentar fortíssima na Bolívia. O Seguro Viagem nos salvou!
Faça aqui uma cotação sem compromisso e ganhe 5% de desconto com o cupom ESTRANGEIRA5

Planeje sua viagem! Faça suas reservas com nossos parceiros pelos links:
Compre o Seguro Viagem com a Seguros Promo
Reserve seu hotel ou hostel com o Booking.com
Compre ingressos antecipados de atrações no mundo inteiro e evite as filas com a GetYourGuide
Pesquise os melhores preços para alugar carro em mais de 140 países com a RentCars
Compre chip de celular internacional com a Viaje Conectado
Compre passagens aéreas com muito desconto com a Passagens Promo

Curta Estrangeira no Facebook!